Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Abril, 2013

Bem no Rim pede Oferta Milionária!

BENNY HINN PEDE US$ 2,5 MILHÕES A FIÉIS PARA QUITAR DÍVIDAS E AFIRMA QUE “OFERTAS RETORNARÃO DUPLICADAS”O controverso evangelista Benny Hinn, um dos principais líderes neopentecostais adeptos da teologia da prosperidade, usou o site oficial de seu ministério para pedir US$ 2,5 milhões aos seus seguidores. Segundo Hinn, “um amigo amado e de longa data” se dirigiu a ele dizendo que “Deus gostaria que seu ministério ficasse completamente livre de dívidas”, e que isso o teria levado a doar US$ 2,5 milhões, se os seguidores do evangelista igualassem o valor em 90 dias, o que daria no total, US$ 5 milhões. “O que eu poderia dizer? Imediatamente eu vi a mão de Deus nisso. Nosso Senhor poderia simplesmente ter usado o nosso amigo para plantar a semente e ser abençoado imensamente por isso. Mas é tão evidente que Deus quer oferecer um milagre ainda maior do que os US$ 2,5 milhões. Ele deseja que os nossos parceiros e amigos de ministério sejam abençoados como este homem precioso de Deus, plant…

Fui Traído! E Agora?

FUI TRAÍDO! E AGORA?
Dani Marques

Quando acontece a traição, a vítima normalmente tende a descarregar toda a raiva, frustração e culpa na pessoa que traiu. Mas é necessário colocar os pés no chão e analisar toda a situação, a ponto de conseguir identificar os seus próprios erros. Vejamos:

1 - Seu relacionamento já não estava indo bem e no meio do caminho surgiu uma pessoa disposta e desejosa de suprir as necessidades emocionais e sexuais do seu cônjuge; 2 - Vingança - ele(a) traiu porque foi traído(a); 3 - Casou muito cedo ou por obrigação (normalmente por causa de uma gravidez inesperada); 4 - O seu cônjuge tem um "fraco" por traição, e no auge da paixão, você não analisou bem o seu caráter e comportamento. Ele provavelmente deu alguns sinais dessa "fraqueza" durante o namoro, mas por conta da paixão, você optou por não enxergar: "Ahhh, depois que casar ele(a) muda!" Doce ilusão... Não podemos esquecer que a decisão de casar também foi sua!

Pois bem, você…

Quando o Milagre não Acontece!

QUANDO O MILAGRE NÃO ACONTECE
Por Renato Vargens
A doutrina da confissão positiva ensina que Deus é OBRIGADO a curar os homens de todas as  suas enfermidades.  Eu particularmente já ouvi alguns apóstolos afirmando que Deus tem por dever e obrigação responder positivamente todas as orações feitas em nome de Jesus e que se porventura não o fizer é porque faltou fé ao proponente ou por alguém encontra-se em pecado. 
Outro dia fiquei sabendo da história de uma famosa apóstola que ensinava que crente que fica doente deve decretar pela fé a sua cura, não tendo com isso necessidade de ir a um hospital. Todavia, numa noite em que passou muito mal, a apóstola contrapondo-se aos seus ensinos e convicções sucumbiu em sua fé pedindo aos prantos que seus discípulos a levassem urgentemente a um hospital.
Caro leitor, os puritanos acreditavam que Deus possui duas formas de curar os enfermos. Uma delas é através da medicina, a outra mediante o seu eterno e maravilhoso poder. No entanto, o fato de Deus p…

RETETÉ: A Macumba Pentecostal!

RETETÉ: A macumba pentecostal
Dani Marques
As manisfestações do Espírito precisam obrigatoriamente vir acompanhadas de "reteté"? Bom, já tive as minhas experiências sobrenaturais, mas acho preocupante a maneira como muitos cristãos lidam com essa questão. Alguns, são tão dependentes das chamadas "manifestações do Espírito", que chegam a acreditar que Deus não esteve presente ou não agiu quando elas não acontecem. Desculpe, mas tenho que dizer que isso não condiz com a Palavra. A maior evidência de que um indivíduo está cheio do Espírito, é quando manifesta em sua vida o caráter de Cristo e não quando sapateia, dança, grita e rodopia. A plenitude do Espírito Santo é uma ordem de Deus e não é privilégio de alguns, mas de todos os que creram e receberam Jesus em suas vidas, diz a Palavra. O Espírito Santo habita em nós 24 horas por dia e 7 dias por semana, e não precisa ser invocado para se manifestar. O mover e as manifestações acontecem à todo momento na vida da pess…

Bicicletas e eleição!

Bicicletas e eleição Será que Deus escolheu seu filho para dar uma bicicleta? Caso a resposta seja afirmativa, como saber que sim? Afinal, todo mundo pode estar sinceramente enganado. E caso Deus tenha escolhido o seu filho, e tenha deixado o meu de fora? O seu filho é menos trapo do que o meu? Essa doutrina é muito difícil de aceitar... Será que vou pro inferno por causa disso?  É assim que alguém, em anonimato, vem questionar a validade da doutrina da eleição (ou da predestinação, se levarmos em conta o contexto). O anonimato mereceria toda a reprovação que convém, mas também convém responder, pois o discurso é típico. Então eis-me aqui dando-me ao trabalho de comentar... "Será que Deus escolheu seu filho para dar uma bicicleta?", pergunta-me. E respondo eu: meu Lucas tem uma bicicleta. Certamente o pai assim o quis. O Pai também. Meu Mateus ainda não. O pai já escolheu, mas o Pai ainda vai revelar. Se tal ocorrer, no entanto, é porque Ele realmente assim o escolheu. A vo…

Porque quero distância de alguns?

Porque quero distância de alguns

Por Hermes C. Fernandes
"Para criar inimigos, não precisa declarar guerra... basta dizer o que pensa!"  Martin Luther King, Jr.
Quando comecei meu ministério há quase 26 anos, não poderia imaginar que colecionaria desafetos. Como alguém poderia tornar-se meu inimigo se tudo quanto almejava era servir a Deus dedicando-me aos meus semelhantes? 
Porém, aos poucos, eles foram surgindo (ou, se revelando).
Os primeiros que tive eram de fora. Vizinhos que reclamavam do som da igreja. Teve um que entrou bêbado durante um culto portando uma arma, vociferando que queria me matar. Eu tinha acabado de subir ao púlpito. Fechei os olhos e comecei a orar. Uma de nossas obreiras avançou nele, tirou-lhe a arma e o colocou para fora. 
Cresci sabendo que sofreria hostilidade de alguns de fora. Foi assim com meu pai e certamente não seria diferente comigo. Quantas vezes tivemos nossa casa apedrejada enquanto dormíamos! Numa das vezes eu e meus irmãos acordamos com um p…

Quando o Namoro Vira um DEUS!

Quando o Namoro Vira um DEUS!
Por Renato Vargens
Na minha experiência pastoral tenho visto inúmeros jovens fazendo do seu namoro um tipo de Deus. Outro dia eu aconselhei um rapaz que compartilhou que a coisa mais importante da vida era a sua namorada. Na Conversa ele chegou a me dizer que a moça com a qual se relacionava era quem ele mais amava no mundo, e que não conseguiria  imaginar viver a vida sem ela.
Pois é, assim como esse rapaz um número significativo de cristãos tem feitos dos seus namorados e namoradas pequenos deuses. Nessa perspectiva é comum encontrar moças e rapazes colocando os seus namoros num patamar acima da sua relação com o Criador. Ora, os que agem desta forma sem que percebam comportam-se como idólatras, isto porque, permitem com que seus namoros ocupem um lugar que deveria pertencer exclusivamente ao Senhor.
Caro leitor,  sem sombra de dúvidas ouso afirmar que aqueles que colocam suas relações afetivas acima da sua relação com o Senhor, fazem do seu namoro um ve…

5 Pedras da Vergonha Evangélica!

Faltou a sexta pedra pra atirar na cabeça dele!


Em terra de Valdir Brasil, quem tem um olho é Malafaia.

Fonte:http://www.genizahvirtual.com/2013/04/faltou-sexta-pedra-pra-atirar-na-cabeca.html

Que o SENHOR tenha misericórdia de nós! AMÉM!

Maldito Pastor!

MALDITO PASTOR Por Renato Vargens
Maldito pastor!
Foi exatamente isso que um irmão em Cristo disse sobre o seu pastor simplesmente pelo fato de que ele o havia repreendido por estar vivendo um relacionamento adulterino. Se não bastasse isso, o rapaz proferiu   todos os tipos de impropérios possíveis  ao seu líder espiritual, isto porque, segundo as Escrituras este o exortou a abandonar o seu pecado.
Pois é, eu não sou defensor da funesta doutrina "não toqueis no ungido do Senhor." Na verdade, eu já escrevi contra esse ensinamento (aqui). Todavia, sou obrigado a confessar que alguns irmãos estão exagerando na forma com que se dirigem aos seus pastores. Ora. vamos combinar um coisa, respeito é bom não é verdade? O fato de alguém discordar do pastor não lhe concede o direito de xingá-lo, desprezá-lo ou até mesmo humilhá-lo, no entanto, tornou-se comum por parte de algumas pessoas tratarem os seus pastores com desdém, desprezo e desrespeito. 
Caro leitor, as Escrituras nos ensi…

O Evangelho Talibã (Parte 1 – A vingança)

O Evangelho Talibã (Parte 1 – A vingança)


Se você também está cansado de ouvir falar em tomates e Marco Feliciano, é porque provavelmente está cercado de vegetarianos ou de pessoas que não dão a mínima para o fato de João Paulo Cunha, José Genuíno e Paulo Maluf serem integrantes da CCJ (Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania da Câmara), considerada a mais importante comissão da Casa. Os dois primeiros foram condenados pelo STF no julgamento do mensalão. Já o terceiro, é acusado de ter enviado ilegalmente para contas nos States recursos que teriam sido desviados de obras públicas no Brasil, além de ser procurado pela Interpol.
Bem, dos tomates eu vou te poupar, mas do Feliciano... impossível. E digo o porquê. A quantidade de crentes que tem se levantado em prol do deputado pastor é assustadora. Gente que definitivamente abraçou a ideia do “vamos mostrar pra eles com quem estão mexendo. Não importa o que ele disse, ele é pastor e temos que ficar do lado dele.”
Há cerca de 4 a…

Marx ou Mamom? Seu Deus é Comunista ou Capitalista?

Marx ou Mamom? Seu Deus é Comunista ou Capitalista?

Pra quem anda confundindo o Evangelho com discursos ideológicos
Por Hermes C. Fernandes
Definitivamente, não existem ideologias perfeitas. Todas têm suas virtudes e vicissitudes. Cada qual tem seu altar e seu sacrifício. O comunismo, por exemplo, sacrifica a liberdade de seus cidadãos no altar da justiça social. O capitalismo faz o inverso, sacrifica a justiça social no altar da liberdade.
Ora, se não há ideologias perfeitas, o que nos dá o direito de sacralizá-las? Não podemos diluir a mensagem do Evangelho, transformando-o num discurso ideológico. Ainda que cada uma delas tenha um ponto ou mais que coincidam com a proposta do Evangelho. Diluir uma gota de Evangelho num balde de ideologia acaba por corromper completamente seu conteúdo e subversividade originais.
Deus não é de esquerda, nem de direita. Se o Evangelho promove a justiça social, também não prescinde da liberdade individual.
Quando sacralizamos uma ideologia, geralmente, demon…