Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Setembro, 2013

DOENTES, FERIDOS, PORÉM MAIS QUE VENCEDORES!

DOENTES, FERIDOS, PORÉM MAIS QUE VENCEDORES
Por Antognoni Misael A marca mais relevante na vida de um cristão deve ser o amor. Dentre tantas convicções religiosas ou filosóficas não há nada mais encantador do que a capacidade de amar. No entanto, nós cristãos temos desaprendido o valor e o significado do amor e as suas contingências. Isto por que o verdadeiro amor está “linkado” ao exercício do perdão. Se não perdoamos, é porque não soubemos amar, nem tampouco temos compreendido com clareza esse amor perfeito demonstrado na cruz por nós. Falamos de graça de Deus e dificilmente nos tratamos como miseráveis pecadores. Elencamo-nos como servos de Deus, mas odiamos quando alguém nos trata com sinais de subserviência. Dizemos que um dia fomos filhos da ira, mas nos iramos com um pobre ímpio desprovido do novo nascimento por não compreender a nossa fé e até com os irmãos que dizemos também amar. Falamos que somos os ‘piores dos pecadores’, mas não admitimos sequer os pecados morais e de conduta…

Jesus foi dizimista ?

Jesus foi dizimista ? NO NOVO TESTAMENTO   Jesus Cristo A. Nunca foi acusado de não entregar o dízimo B. Nunca ensinou contra 1-Todas as citações bíblicas do Novo Testamento estão segundo a versão NVI. As exceções serão notadas. Os Apóstolos Os apóstolos ensinaram sobre a manutenção daqueles que vivem exclusivamente para a igreja e sobre o socorro aos necessitados. Como a assistência aos necessitados é um assunto sobre o qual não há dúvidas ou questionamentos, nos deteremos apenas no que diz respeito ao sustento dos que vivem em tempo integral para o serviço da igreja.
REFERÊNCIA TEXTO COMENTÁRIO
1Co 9.1-15 Texto básico. Vs. 1-2, 10, 11, 13 “…vocês são o selo do meu apostolado…” “os que trabalham no templo alimentam-se das coisas do templo…” “Se entre vocês semeamos coisas espirituais, seria demais colhermos de vocês coisas materiais?”
Princípio espiritual inquestionável: Troca de benefícios.
Vs. 3-10 “Não temos nós o direito de comer e beber?” “… quem planta uma vinha e não come do seu fruto?” Princí…

AFUGENTANDO AS PESSOAS DO INFERNO!

AFUGENTANDO AS PESSOAS DO INFERNO Queridos irmãos,
Estou publicando mais grande sermão e/ou texto de Jonathan Edwards. Abaixo você encontrará  um clássico de um daqueles que com a mais absoluta certeza foi um dos mais brilhantes teólogos da história. Sem sombra de dúvidas vale a pena ler e meditar nas palavras deste notável servo do Senhor.
Renato Vargens

"Se nós que cuidamos das almas soubéssemos como é o inferno e conhecêssemos a situação dos condenados à perdição, ou se por algum outro meio nos tornássemos conscientes de quão pavorosa é a condição deles; se ao mesmo tempo soubéssemos que a maioria dos homens foi para lá e víssemos que nossos ouvintes não se dão conta do perigo – nestas circunstâncias, seria moralmente impossível que evitássemos mostrar-lhes com muita seriedade a terrível natureza de tal desgraça e como estão extremamente ameaçados por ele. Nós até mesmo lhe clamaríamos em alta voz. Quando os ministros pregam friamente sobre o inferno, advertindo os pecadores de qu…

Arminianos militantes são tão chatos quanto calvinistas militantes!

Arminianos militantes são tão chatos quanto calvinistas militantes! Por Gutierres Fernandes Siqueira

Há poucos dias escrevi que uma bênção do arminianismo é a ausência de militância, mas isso, infelizmente, tem mudado. Hoje, para minha surpresa, descobri uma comunidade no Facebook chamada “Não ao calvinismo na CPAD (Casa Publicadora das Assembleias de Deus)”. Mil desculpas aos meus amigos internautas que curtiram aquela página, mas é muita bobagem para pouco espaço. É militância desprovida de razão.
1. Editora confessional não significa “confessionalismo” radical. Ora, não é porque a Assembleia de Deus seja uma igreja majoritariamente arminiana wesleyana que a mesma não possa publicar outras visões soteriológicas. Isso mais enriquece do que empobrece os leitores assembleianos.
2. A maior parte dos livros de autores calvinistas publicados pela CPAD não tem como tema a soteriologia. O ótimo livro A Supremacia de Cristo em um Mundo Pós-Moderno, por exemplo, fala sobre a nossa relação com a …

LEVAI AS CARGAS UNS DOS OUTROS!

LEVAI AS CARGAS UNS DOS OUTROSPor Maurício Zágari Fernando Pessoa tem uma poesia bastante conhecida, onde se lê: “O poeta é um fingidor. Finge tão completamente que chega a fingir que é dor a dor que deveras sente”. Por esse prisma, e com toda licença poética, me atrevo a dizer que vivemos cercados de poetas – pessoas que sorriem, cumprimentam, se esmeram em transparecer alegria, mas por dentro são tomadas de tristezas profundas. São fingidoras. Não pelo aspecto negativo, simplesmente fingem que está tudo bem quando, na verdade, está tudo mal. Heróis da temperança, suportam suas cargas sem repartir com ninguém – e não por vontade própria. São multidões de infelizes que circulam ao nosso redor sem que sua infelicidade torne-se visível. E, acredite: dentro das igrejas. Entre esses irmãos e irmãs há de tudo. Pessoas acometidas por doenças que roubam sua paz, gente extremamente infeliz em sua vida afetiva, deprimidos, solitários, seres humanos feridos por outros seres humanos, filhos aba…

O Senhor luta por nós!

O Senhor luta por nós
Ronaldo Lidório 

O Senhor luta por nós! Ele conhece os nossos corações, o tempo de nossa vida, os sentimentos não explicados e o ambiente incerto ao redor. E Ele luta por nós.
Ele, que luta por nós, não é um mero valente do seu povo, um guerreiro de grandes vitórias ou um rei amado pela nação. É o Senhor todo poderoso, Criador dos céus e da terra, Governante absoluto de tudo o que existe, Feitor da luz e da vida, Rei dos reis, Controlador do universo, Salvador da humanidade, Resgatador dos perdidos e Pai de seus filhos. 
E Ele luta por nós.
A convicção de que o Senhor dos Senhores luta por nós produz dois efeitos sobre nossos corações. O primeiro é de descanso, pois aquele que controla todas as coisas controla também a nossa vida. Aquele que rege o universo tem poder sobre nossos corações, relacionamentos, corpos, provisões e futuro. 
Descansemos no Senhor que luta por nós. Coloquemos perante Ele nossas aflições e peçamos o retorno das noites bem dormidas e do ris…

CONFISSÃO DE PECADOS, UM SERMÃO COM SETE TEXTOS!

CONFISSÃO DE PECADOS, UM SERMÃO COM SETE TEXTOS Em virtude da grande quantidade de bobagens pregadas nos púlpitos brasileiros, resolvi publicar neste BLOG, os sermões de grandes pregadores. O primeiro sermão que publiquei, foi a clássica mensagem proferida pelo notável Jonathan Edwards, cujo título é: "Pecadores nas mãos de um Deus irado." Hoje, publico um dos sermões de Charles Spurgeon "Confissão de pecado um sermão de sete textos".  O Príncipe dos Pregadores com a habilidade que lhe pertinaz passeia pelas Escrituras tratando com firmeza e seriedade doutrinas fundamentais da fé cristã.                   Recomendo a leitura!

                  Renato Vargens 

Um sermão Por Charles Spurgeon
Meu sermão esta manhã terá sete textos e minha pregação será centrada em apenas duas palavras de cada um, porque os sete textos são todos semelhantes e ocorrem em sete porções diferentes da santa Palavra de Deus. Porém, eu usarei o contexto de todos eles para exemplificar casos difere…