O Fim do Mundo, ou o Mundo no Fim?



O FIM DO MUNDO, OU O MUNDO NO FIM?


Por Samuel Torralbo
Passamos por mais uma “profecia”, que previa o FIM DO MUNDO. Alivio e desespero para alguns e nenhuma novidade para outros. Sempre existiu o interesse quase que unanime da humanidade pelas previsões, conjecturas ou projeções sobre o eskatos – últimas coisas, relacionadas as grandes catástrofes naturais apocalípticas. Porém, é do mesmo modo, estarrecedor detectar o descaso coletivo pelo eskatos – últimas coisas relacionadas ao mundo que acontece a cada instante – a última bala perdida que matou um inocente, o último escândalo de corrupção, a última estatística que denúncia o aumento dos viciados em crack, etc.
De modo que, a escatologia no sentido Macro teológico, parece fascinar as pessoas, ao mesmo tempo em que, o indiferentismo pela escatologia no sentido Micro existencial – aquela que acontece a todo instante (quando alguém morre, ou quando a vida de alguma maneira se esvanece) é bastante comum.
É evidente que, as proporções em relação ao significado histórico e existencial, no momento em que, desencadear o cumprimento das profecias bíblicas concernentes as ultimas coisas relacionadas a humanidade de forma coletiva, serão significativamente maiores do que o cenário escatológico que podemos vivenciar em nossa existência, porém é interessante destacar que, um não é menos importante que o outro.
Passado o sensacionalismo e a expectativa, em torno de uma data especifica de natureza escatológica, as pessoas parecem continuar com suas vidas alienadas do verdadeiro significado da VIDA, indiferentes ao próximo, egoístas nos seus próprios mundos, viciadas em seus pecados, inimigas de Deus e amantes de si mesmas.
No mínimo, este modismo que cercou o dia 21-12-2012, deveria servir de aprofundamento do verdadeiro significado do fim do mundo, suas contingencias, consequências, e o único meio de salvação – CRISTO JESUS.
Porém, enquanto este dia fatídico para alguns e glorioso para outros não chegar, o mundo continuará acabando. Para inúmeras pessoas o mundo e as suas concupiscências acabaram em 2012, e continuará acabando para outras em 2013, enquanto que, a maioria não se apercebe, vivendo de maneira dissoluta, corrupta e perversa, até o dia em que o ESKATOS (fim coletivo) acontecer- “E, como foi nos dias de Noé, assim será também a vinda do Filho do homem. Porquanto, assim como, nos dias anteriores ao dilúvio, comiam, bebiam, casavam e davam-se em casamento, até ao dia em que Noé entrou na arca, E não o perceberam, até que veio o dilúvio, e os levou a todos, assim será também a vinda do Filho do homem.” (Mateus 24.37-39)
De modo que, o conselho divino permanece inalterável em dias de relativismo, enganos e loucuras existenciais – “Porque a graça de Deus se há manifestado, trazendo salvação a todos os homens, Ensinando-nos que, renunciando à impiedade e às concupiscências mundanas, vivamos neste presente século sóbria, e justa, e piamente, Aguardando a bem-aventurada esperança e o aparecimento da glória do grande Deus e nosso Senhor Jesus Cristo;” (Tito 2.11-13)
***
Samuel Torralbo faz a sua última participação no Púlpito Cristão…em 2012. O mesmo é um dos mais ativos colaboradores do blog.
Fonte:http://www.pulpitocristao.com/2012/12/o-fim-do-mundo-ou-o-mundo-no-fim/
Que o SENHOR tenha misericórdia de nós! AMÉM!

Comentários

Anônimo disse…
Seria bom que ocorresse o fim do mundo, antes que ocorra o fim de nossas igrejas!!!!

Postagens mais visitadas deste blog

5 Expressões Sem Sentido Usadas na Igreja Hoje!

Denúncia na igreja do evangelho quadrangular!

20 Escritores que eu não recomendo a leitura!