Pular para o conteúdo principal

DEUS escolhe os seus e isso excede nosso entendimento!


DEUS ESCOLHE OS SEUS E ISSO EXCEDE O NOSSO ENTENDIMENTO

homem-solitario-na-praia-ac472Por Antognoni Misael
Ao lermos sobre a conversão de Saulo, ficamos maravilhados com a Graça de Deus. Aquele homem que até então “ainda respirava ameaças e morte contra os discípulos do Senhor”, que durante muitos anos perseguiu aqueles que amavam a Jesus, que consentiu com a morte de Estevão quando este prenunciava o Evangelho da Graça de Deus, subitamente é escolhido por Jesus para sua obra.
Através da conversão de Saulo, alguns simples pontos podemos aprender aqui:
1) É Deus que por Sua Graça nos escolhe. Saulo em nenhum momento desejou ao Senhor, do contrário, o perseguia (Atos 9:4). Enquanto este em sua trajetória a Damasco cogitava prender discípulos de Jesus, foi interceptado pelo próprio Cristo (Atos 9.5). Naquele encontro não houve apelo, barganhas, promessas de bênçãos materiais, ou coisa do tipo. Deus simplesmente realizou a Sua vontade! C.H. Spurgeon comenta belamente que “a Graça de Deus não viola a vontade humana, mas triunfa docemente sobre ela”. Isto significa que aquele que é agraciado por Deus de modo algum resistirá a Sua vontade!
2) A Graça de Deus excede o nosso entendimento! O que quero dizer é que se cogitássemos a oportunidade nos dada por Deus de escolhermos alguém para salvação certamente não escolheríamos salvar alguém como “Saulo” – pedra de tropeço para o avanço da Igreja de Deus. Mas amor de Deus nos constrange e choca a nossa religiosidade – quando ao escolher Paulo para sua obra, logo ouviu de Ananias palavras de ponderações: “Senhor, de muitos tenho ouvido a respeito desse homem, quanto males tem feito aos teus santos em Jerusalém; e para aqui trouxe autorização dos principais sacerdotes para prender todos os que invocam o teu nome” (At 9.13-14). É evidente que este amor de Deus não nos seleciona por níveis de moralidade, “bondade”, obras ou mérito humano. A escolha de Paulo por Deus deixa claro que não há como compreender esse amor!
3) Ser salvo pela Graça gera conceitos e certezas a respeito de Deus. Paulo evidenciou vários conceitos a respeito de Deus e do homem que foram destacados em suas cartas.
Não há um justo sequer (Rm 3.10)
Deus usa a Sua misericórdia como Lhe aprouve usar (Rm 9.15)
Dos pecadores sou o Pior (1 Tm 1.15)
Deus prova o Seu Amor para conosco mesmo sendo nós ainda pecadores (Rm 5.8)
Não vivo eu mais Cristo Vive em mim (Gl 2.20)
Sou escravo de Cristo (Fp 1.1)
A Sua Graça me alcançou para ser santo e irrepreensível (Ef 1.4)
É Ele quem rege a nossa história operando o querer e o efetuar (Fp 2.13)
Na Graça de Deus tudo coopera para o meu bem (Rm 8.28)
A Sua Graça deve me valer mais que tudo (2Co 12.9)
Toda fonte de riqueza, sabedoria, ciência vem dEle! (11.33)
Termino dizendo que a compreensão da Graça de Deus não nos serve para legitimar alguma linha teológica. Longe de querer empurrar o calvinismo goela abaixo de muitos irmãos, reafirmo que experimentar e compreender a Graça de Deus é uma forma consciente e gloriosa de dizer: porque dEle e por Ele, e para Ele são todas as coisas, Glória a Ele eternamente, Amém! (Rm 11.36)
***
Que o SENHOR tenha misericórdia de nós! AMÉM!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

5 Expressões Sem Sentido Usadas na Igreja Hoje!

As 5 expressões evangélicas mais sem sentido usadas nas Igrejas
5 – EXORTAR Essa expressão é usada de modo equivocado em 100% das Igrejas. Segundo qualquer dicionário, exortar significa “animar, incentivar, estimular”. Logo, exortar o irmão que está em pecado na verdade não significa repreende-lo. Quem está vivendo no erro não precisa de um incentivo, mas de um auxílio. 4 – LEVITA Essa morreu no Antigo Testamento. Os Levitas eram descendentes da Tribo de Levi, e eram encarregados de TODO O SERVIÇO no Templo. Mas Levita tem sido usado como sinônimo de músico. Besteira pura! Pra começar a música no serviço levítico era a menor das tarefas. A faxina, organização e carregar peso nas costas, isso sim era a parte mais importante do trabalho. Levando em conta que não somos judeus, não somos descendentes daquela tribo e também lembrando que o Templo não existe mais, então estamos dispensados do serviço levítico. Músico é músico. Ponto.
3 – PROFETA Segundo a bíblia, profeta é aquele que revela a von…

Denúncia na igreja do evangelho quadrangular!

PASTORA DENUNCIA LIDERANÇA DA IGREJA DO EVANGELHO QUADRANGULAR Comentário de Wagner Lemos (ex-membro dessa empresa que muitos chamam de Igreja Quadrangular): Como membro da Quadrangular a mais de 15 anos sei de muita coisa ali… e o que é escancarado é nossa liderança corrupta! Que vê as igrejas como empresas e sua membresia como clientes. Tenho um amigo pastor que foi designado para pastorear uma igreja Quadrangular numa cidade vizinha a nossa, e quando retornou me contou com lagrimas nos olhos: A reunião de liderança da minha região é uma vergonha! Tive que ouvir coisas como: Bater metas financeiras… Arrecadação… Propósitos… Não ouve a menção de almas! Apenas dinheiro… Parecia estar numa reunião de empresários sem ser uma… E esse vídeo que achei na internet só comprova aquilo que já sabia a muito tempo! Os pastores do alto escalão, normalmente os responsável por cada região sobrevivem das igrejas de bairro. Os pastores se viram como podem para manter a igreja e ainda enviar a porcent…

95 Teses para a Igreja de Hoje

Reafirmamos a necessidade das 95 teses de Lutero para Igreja. Há uma necessidade de uma Reforma nos dias atuais!
1 – Reafirmamos a supremacia das Escrituras Sagradas sobre quaisquer visões, sonhos ou novas revelações que possam aparecer. (Mc 13.31) 2 – Entendemos que todas as doutrinas, idéias, projetos ou ministérios devem passar pelo crivo da Palavra de Deus, levando-se em conta sua total revelação em Cristo e no Novo Testamento do Seu sangue. (Hb 1.1-2) 3 – Repudiamos toda e qualquer tentativa de utilização do texto sagrado visando a manipulação e domínio do povo que, sinceramente, deseja seguir a Deus. (2 Pe 1.20) 4 – Cremos que a Bíblia é a Palavra de Deus e que contém TODA a revelação que Deus julgou necessária para todos os povos, em todos os tempos, não necessitando de revelações posteriores, sejam essas revelações trazidas por anjos, profetas ou quaisquer outras pessoas. (2 Tm 3.16) 5 – Que o ensino coerente das Escrituras volte a ocupar lugar de honra em nossas igrejas. Que haja …