Respostas à Marília Gabriela!




Prezada Marília Gabriela,

Assisti na noite de domingo pelo SBT a entrevista que fez com o pastor Silas Malafaia. Meu objetivo em lhe escrever não é tratar do debate em si, mesmo porque esse assunto já deu o que tinha que dar. Na verdade, escrevo-lhe desejoso em lhe apresentar o Deus revelado pelas Escrituras, mesmo porque ao logo da entrevista você deixou claro não conhecer o Deus pregado pelos evangélicos.

Bom, antes de qualquer coisa é importante afirmar que nós evangélicos protestantes acreditamos que a Bíblia é a nossa única e exclusiva regra de fé. Para o protestantismo as Escrituras são por definição a única Palavra do Senhor escrita como também a única expressão verbal das verdades de Deus publicamente acessível, visível, e infalível no mundo. Acreditamos também que a Bíblia possui suprema autoridade em matéria de vida e doutrina; e somente ela é o árbitro de todas as controvérsias.  Para nós, a Bíblia é a revelação verbal de Deus. É Deus falando aos homens. É a voz do próprio Deus. Além disso, também vale à pena ressaltar a infalibilidade da Bíblia. A Bíblia não contém erros. Ela é correta em tudo o que declara, visto que Deus não mente ou erra. Tudo aquilo que nela está escrito é a mais pura verdade. Jesus disse que “a Escritura não pode ser anulada” , e que é mais fácil passar o céu e a terra do que cair um til da lei”

Isto posto, vamos aos fatos:

Gênesis diz que Deus criou o homem de forma perfeita, todavia o homem seduzido por Satanás desobedeceu a determinação divina de não comer da árvore do conhecimento do bem e do mal. A consequência disso é que o homem caiu do estado que se encontrava trazendo sobre si a maldição do pecado. Desde então, todos os homens carregam em sua natureza a vocação para maldade. 

Prezada Marília, as Escrituras são absolutamente claras em afirmar a realidade do pecado. A Bíblia nos ensina que desde Adão, os homens independente de cor, raça, sexo e nacionalidade, nascem em um estado de pecaminosidade, culpa, e morte espiritual. O ensino cristão é de que não existe um homem neste planeta que possa considerar-se justo pelos seus próprios méritos. Na verdade, a Bíblia afirma que “todos pecaram, e que todos estão destituídos da graça de Deus.” (Rm 3:23), diz também “que o salário do pecado é a morte” (Rm 6:23), e que quem peca, “transgride a lei” (I Jo 3:04), e que o pecado faz separação entre os homens e Deus. (Is 59:02)

A Bíblia diagnostica o pecado como uma deformidade universal da natureza humana, deformidade que se manifesta em detalhes na vida de cada indivíduo. As escrituras ensinam que o homem é totalmente depravado, incapaz de redimir a si mesmo, e que necessita desesperadamente de salvação. O Apóstolo Paulo ao escrever a igreja de Éfeso afirmou: "estando vós mortos nos vossos delitos e pecados, nos quais andastes outrora, segundo o curso deste mundo, segundo o príncipe da potestade do ar, do espírito que agora atua nos filhos da desobediência; entre os quais também todos nós andamos outrora, segundo as inclinações da nossa carne, fazendo a vontade da carne e dos pensamentos; e éramos, por natureza, filhos da ira, como também os demais" (Efésios 2:1-3). Ora, segundo o ensino paulino toda pessoa não regenerada pelo Espírito Santo de Deus está espiritualmente morta, fazendo a vontade da carne, do mundo, além de viver uma vida absolutamente escravizada por Satanás.  Em outras palavras, isso significa que cada um de nós nasceu como um completo pecador. Nossa essência é pecadora, todo nosso ser é pecador, nossa mente, emoções, desejos, e até mesmo nossa constituição física está corrompida, controlada, e desfigurada pelo pecado e seus efeitos. Ninguém escapa desse veredicto. Nós somos totalmente depravados. Efésios 2:1 resume a doutrina da depravação total ao afirmar que os homens estão mortos em delitos e pecados. 

Prezada jornalista, à luz desta verdade sou obrigado a confessar que a condição humana não poderia ser pior. Entretanto, Deus sendo rico em misericórdia por causa do grande amor com que nos amou enviou seu Filho Jesus ao mundo.

Sabe Marília, o amor de Deus pelos homens foi tão grande que Ele mandou o seu único Filho para morrer na Cruz do Calvário em nosso lugar. Como eu escrevi anteriormente o salário do pecado é a morte, portanto qualquer ser humano, incluindo eu e você, estamos justamente condenados por Deus. Mais o que o Eterno fez? Ele enviou o Justo para morrer pelo injusto. Isso mesmo, Jesus, o Filho do Deus vivo, se fez gente, andando entre os homens cheio de graça e verdade entregando a sua vida em morte de cruz pelos pecados de todos aqueles que nele crer.

Que amor maravilhoso não é verdade? Veja bem, Deus não estaria sendo injusto em condenar os homens a perdição eterna. Muito pelo contrário, todos nós somos merecedores disso. 

Pois bem, talvez ao ler esse texto você esteja dizendo consigo mesma : Há eu não sou pecadora, não faço mal a ninguém, nunca matei, roubei ou defraudei ao meu próximo, portanto Deus jamais me condenará. Pois é, lamento lhe informar mais você está errada, simplesmente pelo fato de as Escrituras afirmam que a nossa justiça não passa de trapos de imundície e que o único caminho para se chegar a Deus é mediante Jesus Cristo. 

Marília, as Escrituras afirmam que Jesus é o caminho, a verdade e a vida. Sim! Ele é o caminho para Deus. Em outras palavras isso significa dizer que ninguém pode chegar a Deus sem ser por Cristo. Além disso o Filho de Deus é a verdade absoluta e nele não há variações. Junta-se a isso o fato inexorável de que a vida provém dele. Sim! É por Cristo que vivemos e é em Cristo que temos a vida Eterna.

Marília, a vida só ganha sentido quando entendemos isso, quando compreendemos que só somos felizes e  livres desde mundo mal vivendo para a glória de Deus. Todavia, isso é impossível de acontecer sem que reconheçamos os nossos pecados, confessando-os a Deus mediante Cristo. 

Isto posto, convido-a aproximar-se de Deus mediante Cristo deixando com que o Eterno revele seu amor e bondade, até porque somente agindo assim você encontrará paz para sua alma. 

Encerro essa carta, dizendo que não sou melhor do que você. Sou pecador também, homem falho e cheio de erros, todavia, tenho encontrado em Cristo a justificação e o perdão para os meus pecados. Cristo me fez uma nova pessoa, mudando meu existir, dando-me por graça, vida eterna. Portanto, Marília, conheça Cristo, seu amor, seu perdão e viva aquilo que somente o Evangelho pode nos dar.
Em Cristo e por Cristo,

Renato Vargens

Fonte:http://renatovargens.blogspot.com.br/2013/02/respostas-marilia-gabriela.html

Que o SENHOR tenha misericórdia de nós! AMÉM!

Comentários

Luz13 disse…
Oi,
Pesquisei o seu blog e pude ver que vocês fazem um trabalho bonito e sério.
Por essa razão sugiro que assistam as previsões de Aline, da Cidade das Pirâmides, para o ano de 2013.
São três programas imperdíveis. Confiram http://youtu.be/hJV1qZWTtF0 .
Caso desejarem visitem também o nosso Blog:
http://deolhonomundoblog.wordpress.com/ Divulguem e falem com Aline!
Abraços.

Postagens mais visitadas deste blog

5 Expressões Sem Sentido Usadas na Igreja Hoje!

Denúncia na igreja do evangelho quadrangular!

20 Escritores que eu não recomendo a leitura!