O Silas Malafaia do Passado!


O Silas Malafaia do passado!

Lembram?

Por Gutierres Siqueira

Caros,

Quando escrevi o texto “Carta aberta para Silas Malafaia” (leia o texto aqui) eu lembrava, em parte, de uma entrevista que o referido pastor deu para a Revista Eclésia. Não lembro exatamente o ano, mas faz algum tempinho. Quando li essa entrevista ainda estava no começo da minha fé, mas me ajudou a repudiar, por exemplo, o movimento apostólico moderno. Infelizmente, aquela voz apologética virou água.

Veja, nessa entrevista, o que o Silas Malafaia pensava sobre diversos assuntos, enquanto hoje reproduz o que há de pior na Igreja Evangélica norte-americana e brasileira:





Neopentecostalismo

O movimento neopentecostal, buscando identidade e afirmação, começou a buscar uma série de medidas de experimentação. O problema é que veio junto uma série de modismos de pataquada.

G12

Só faço uma pergunta: cadê o G12? Cadê a revolução que iriam fazer? Disseram que eu era profeta do diabo, me amaldiçoaram, rogaram praga, pintaram o caneco, cadê? Acabou o modismo. Só serviu para dividir e derrubar igrejas. Olha, eu recebi mais de 50 mil faxes e e-mails falando dos estragos do G12. O que mais teve foi crente perturbado, crente decepcionado porque descobriu que o Evangelho não é mágica. Talvez tenha sido uma das maiores perturbações que a Igreja Brasileira enfrentou na sua história.

Movimento Apostólico

Que unção de apóstolo? Tá, vamos lá. Primeiro, teria que ter visto Jesus. Mas vamos quebrar o galho, vamos deixar este aspecto de lado. Apóstolo é aquele que vem para a base, é o desbravador, o que estabelece a base da Igreja. E esses apóstolos que temos ai? Qual é a deles? É tudo pescador de aquário dos outros. Estão com a Igreja cheia de membros das Igrejas dos outros e ficam pregando em grandes centros. E tem outra coisa: se são apóstolos têm que entregar a direção de suas igrejas. O verdadeiro apóstolo é o que rompe, estabelece a igreja e vai embora. Ah, para com essa brincadeira. É uma insensatez, um modismo barato. Apóstolo no Brasil, é uma função hierárquica. O camarada era pastor, se intitulou bispo, depois tem que ter um titulo maior. Só falta querer ser vice-Deus, do jeito que vai.

Teologia da Prosperidade

A teologia da prosperidade, copiada do modelo americano é outro besteirol puro. Aquele modelo de super-homens espirituais que conquistam tudo, que oram e Deus abre as portas, que não podem ficar doentes, que não podem ser pobres. Esse modelo não é bíblico. Quero ver implantarem esse troço na Somália. Prosperidade a luz da Bíblia, é um conjunto de elementos. É repartir, é viver feliz e alegre com o que se tem. Não é apenas a questão financeira, como andam dizendo por ai

Quanta mudança (ou era tudo um teatro?)! Leia a entrevista completa aqui.

Fonte:http://www.teologiapentecostal.com/2013/01/o-silas-malafaia-do-passado.html

Que o SENHOR tenha misericórdia de nós! AMÉM!

Comentários

Sabe Márcio, é exatamente como ele colocou, - "Querem ser Deus na terra!" Mas esquecem que quanto mais querem ser Deus... mas se assemelham a lúcifer!!!
MM

http://monicamenegassi.blogspot.com.br

Postagens mais visitadas deste blog

5 Expressões Sem Sentido Usadas na Igreja Hoje!

Denúncia na igreja do evangelho quadrangular!

95 Teses para a Igreja de Hoje