Voce já estabeleceu uma visão Teocêntrica da Vida?


VOCÊ JÁ ESTABELECEU UMA VISÃO TEOCÊNTRICA DA VIDA?

Por Josemar Bessa
“E assim irei ter com o rei, ainda que não seja segundo a lei; e se perecer, pereci.” – Ester 4.16
 Em nossos dias tem sido pregado que devemos ir a Deus para conquistar e conquistar coisas. Não se fala nas perdas que devem ser enfrentadas ao viver para glória de Deus. Viver para a glória de Deus já deixou de ser há muito tempo o motivo pelo qual as pessoas são chamadas para irem a Deus. Foi dito a rainha Ester: ” Porque, se de todo te calares neste tempo, socorro e livramento de outra parte sairá para os judeus, mas tu e a casa de teu pai perecereis; e quem sabe se para tal tempo como este chegaste a este reino?” Ester 4:14
A pergunta se estende a todos nós. Por que Deus nos deu o trabalho que temos, a família que temos, a posição que ocupamos…? Ester podia dizer que era rainha porque era linda, porque mereceu, porque ( como é comum hoje ) Deus devia isso a ela, porque era a mais bela do reino…
Gostamos de dizer que na eternidade Deus nos escolheu, que fazemos parte do propósito eterno de Deus. Nada em nossa vida é um fim em si mesmo. Existimos para a glória de Deus. Não se acende uma vela para ela iluminar a si mesma. Nós temos profissão, família… Nós temos separado nossa vida de nossa vocação eterna – se é que isso é possível. Mas é dito a Ester: “você chegou a ser rainha para fazer o que Deus desejou colocando você nesta posição. Se você se calar agora, a salvação de Deus virá por outros meios”.
Você separa seus interesses do Reino de Deus? Ou já estabeleceu uma visão teocêntrica da vida? Tudo na vida deve ser arriscado no nosso chamado. Ester não podia dizer: eu sou rainha, algo precisa ser feito, mais não posso arriscar essa conquista… Não! É dito a ela – para esta hora Deus te colocou como rainha. “Pois se de todo te calares agora, socorro e livramento de outra parte virá para o povo de Deus” – Tudo deve ser arriscado no nosso chamado para proclamarmos e vivermos para a glória de Deus. Mas a palavra para Ester se completa: “…mais você e sua família perecerá”.
Deus não precisa de nós para salvar seus escolhidos e fazer toda a sua vontade. A questão é se estamos ou não entre aqueles que vivem realmente para a glória de Deus.
O que é dito a Ester e a nós é – arrisque-se e diga a verdade ao mundo! Precisamos de um dilúvio de zelo pela glória de Deus. Haverá perdas? Haverá perigos? Arrisque-se! Diga como Ester – “Se perecer, pereci”. Para esta hora nós fomos levantados. Hoje só se fala de evangelho em termos de ganhar, ganhar, reivindicar… Deus diz: arrisque perder tudo (no caso de Ester não só a posição, mas a própria vida ) – por minha glória e vontade. Responda como ela: “Se perecer, pereci”.
Vi no:http://www.pulpitocristao.com/2012/11/voce-ja-estabeleceu-uma-visao-teocentrica-da-vida/
Que o SENHOR tenha misericórdia de nós! AMÉM!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

5 Expressões Sem Sentido Usadas na Igreja Hoje!

Denúncia na igreja do evangelho quadrangular!

95 Teses para a Igreja de Hoje