Pular para o conteúdo principal

O Conceito Reformado do Salário!


O conceito reformado do salário



Quais as considerações teológicas particulares do grande reformador João Calvino a respeito do salário? Qual a ética que define o salário humano? Veja abaixo uma citação retirada da obra de André Biéler chamada “A força oculta dos protestantes” que relata o conceito reformado sobre o assunto.

___________________

O salário humano retira seu significado de uma analogia com a recompensa que Deus concede ao homem por suas obras. De fato, ela depende unicamente de seu amor. Tudo o que recebe um ser humano é devido à graça de Deus. É ele que provê gratuitamente a sustentação da vida, por pura misericórdia. "Falando com propriedade", escreve Calvino, "Deus nada deve a ninguém". "Qualquer obrigação de que nos desincumbamos, Deus não está absolutamente obrigado a pagar-nos salário algum".

Na sua bondade, porém, Deus não abandona suas criaturas sem lhes dar o que lhes é necessário para viver. Remunera suas obras, não por obrigação, mas por amor. "Por sua bondade gratuita, oferece-nos salário", escreve ainda o reformador, "aluga nosso trabalho, o qual lhe é devido mesmo sem a remuneração".

O salário humano concedido a todo trabalhador é, portanto, a expressão tangível do salário gratuito e imerecido com que Deus privilegia a obra de cada indivíduo. Assim, por mais profano que seja, o salário se reporta à obra de Deus. Expressa de forma visível a intervenção de Deus em favor da frágil existência humana. Além disso, porque esse salário é o sinal da graça de Deus, não pode ser considerado como favor, que o dono do trabalho possa dispor como bem lhe aprouver. Dando ao trabalhador a remuneração de seu trabalho, o dono nada mais faz que transferir ao próximo aquilo que este tem direito da parte de Deus.

Por causa desse significado espiritual e ético conferido ao salário, o produto do trabalho não pertence, portanto, mais ao patrão que ao operário, ambos sócios na atividade comum. Em conjunto, recebem o produto como a recompensa providencial de seu esforço. Patrões e empregados são, em conjunto e igualmente, devedores de Deus segundo os dons que receberam e puseram em atividade, sem mérito maior para uns ou outros. Devem, portanto, repartir esses frutos de comum acordo, livremente, mas levando em conta a contribuição inicial e a responsabilidade de cada um.

Disso decorre que não se trata simplesmente de regular-se pela lei da oferta e da procura, sem qualquer outra consideração ética. E mesmo que tal ética jamais haja sido aplicada à letra, é sua orientação espiritual que importa observar. A negociação, aqui como em qualquer lugar, deve ocorrer. A negociação é um princípio social superior, que deriva diretamente do fato de que nenhum ator econômico é, sozinho, dono do que produz em conjunto com os outros. O produto permanece sinal concreto da graça de Deus, um dom a partilhar.

Fonte: A força oculta dos protestantes, Editora Cultura Cristã, págs. 128 e 129.

Vi no:http://bereianos.blogspot.com.br/2012/11/o-conceito-reformado-do-salario.html#.UKufg-TWJp4

Que o SENHOR tenha misericórdia de nós! AMÉM!

Comentários

Theu Santos disse…
A postagem é esclarecedora. Aborda de um assunto repercutido e vergonhoso a alguns, mas o conteúdo impôs o domínio celestial para controle e desenvolvimento da área financeira.
Marcio Mendes disse…
Theu Santos, Graça e Paz, obrigado pela visita e comentário!

Postagens mais visitadas deste blog

95 Teses para a Igreja de Hoje

Reafirmamos a necessidade das 95 teses de Lutero para Igreja. Há uma necessidade de uma Reforma nos dias atuais!
1 – Reafirmamos a supremacia das Escrituras Sagradas sobre quaisquer visões, sonhos ou novas revelações que possam aparecer. (Mc 13.31) 2 – Entendemos que todas as doutrinas, idéias, projetos ou ministérios devem passar pelo crivo da Palavra de Deus, levando-se em conta sua total revelação em Cristo e no Novo Testamento do Seu sangue. (Hb 1.1-2) 3 – Repudiamos toda e qualquer tentativa de utilização do texto sagrado visando a manipulação e domínio do povo que, sinceramente, deseja seguir a Deus. (2 Pe 1.20) 4 – Cremos que a Bíblia é a Palavra de Deus e que contém TODA a revelação que Deus julgou necessária para todos os povos, em todos os tempos, não necessitando de revelações posteriores, sejam essas revelações trazidas por anjos, profetas ou quaisquer outras pessoas. (2 Tm 3.16) 5 – Que o ensino coerente das Escrituras volte a ocupar lugar de honra em nossas igrejas. Que haja …

Denúncia na igreja do evangelho quadrangular!

PASTORA DENUNCIA LIDERANÇA DA IGREJA DO EVANGELHO QUADRANGULAR Comentário de Wagner Lemos (ex-membro dessa empresa que muitos chamam de Igreja Quadrangular): Como membro da Quadrangular a mais de 15 anos sei de muita coisa ali… e o que é escancarado é nossa liderança corrupta! Que vê as igrejas como empresas e sua membresia como clientes. Tenho um amigo pastor que foi designado para pastorear uma igreja Quadrangular numa cidade vizinha a nossa, e quando retornou me contou com lagrimas nos olhos: A reunião de liderança da minha região é uma vergonha! Tive que ouvir coisas como: Bater metas financeiras… Arrecadação… Propósitos… Não ouve a menção de almas! Apenas dinheiro… Parecia estar numa reunião de empresários sem ser uma… E esse vídeo que achei na internet só comprova aquilo que já sabia a muito tempo! Os pastores do alto escalão, normalmente os responsável por cada região sobrevivem das igrejas de bairro. Os pastores se viram como podem para manter a igreja e ainda enviar a porcent…

IURD explora ala evangélica de presídio! Cuma?!

Universal explora ala evangélica de presídio e acharca presos com dízimos compulsórios e primícias de 40% sobre os mantimentos dos presos

Dízimos semanais compulsórios, tortura de presos, extorsão de familiares, retenção de suprimentos dos presos, corrupção de servidores públicos e alguns outros crimes atribuidos a Universal na criação de uma mafia dentro de presídios do Mato Grosso.


 Mais uma vez a Universal mostra que se supera na bandidagem e, já preparando o seu reinado no sistema penitenciário, destino certo de todos os seus líderes fiéis, estabeleceu em penitenciárias e centros de detenção do Mato Grosso o programa piloto de seu futuro plano de negócios principal – misto de moradia pré-inferno.
Segundo o portal G1 O Ministério Público de Mato Grosso (MPE) investiga a denúncia de que presos e familiares da ala evangélica do Centro de Ressocialização de Cuiabá, o presídio do Carumbé, são obrigados a pagar dízimo a detentos para não sofrer represálias. O órgão analisa o material apr…