Pular para o conteúdo principal

Uma Igreja Sincrética!


Uma Igreja sincrética

(Primeira celebração cristã realizada no Brasil)

"...[a terra,] querendo aproveitá-la, tudo dará nela, 
por causa das águas que tem."
Pero Vaz de Caminha

A Igreja Brasileira sempre sonhou em ter destaque nacional, aparecer na grande mídia, nos jornais e na televisão. Mas o que temos visto nos últimos dias (anos?) sãoescândalos envolvendo lideranças e um Evangelho vazio de Cristo sendo pregado em nome de uma vida feliz e facilitada.

O que a Bíblia diz sobre isso?

No Antigo Testamento, Deus aconselhou o povo que acabara de sair do Egito a não se casarem com pessoas de outros povos (Dt 7). Mas a história do povo israelita nos mostra que este conselho foi mal compreendido e muitas vezes desobedecido.

Sansão tomou por mulher uma filha dos filisteus, embora seus pais lhe aconselhassem a não fazê-lo. Salomão casou-se com várias princesas, oriundas de outros povos. Os dois desobedeceram ao conselho do Senhor. Um caso de mal compreensão, lemos no livro de Esdras, que ao retornar com uma parte do povo do exílio, em uma tentativa insanade purificação do povo, abandona as mulheres que não eram da linhagem dos israelitas, juntamente com seus filhos (9-10).

Mas ao quê se deve o fato de Deus ter dado tal conselho, uma vez que uma das bênçãos prometidas ao patriarca Abraão é que através deste povo "serão benditas todas as famílias da terra"? Como ser bênção se não se pode casar, viver, compartilhar da espiritualidade deles e com eles?

Moisés no livro do Deuteronômio aponta para a seguinte resposta:
Como também no deserto, onde vistes que o Senhor vosso Deus nele vos levou,como um homem leva seu filho, por todo o caminho que andastes, até chegardes a este lugar. Dt 1:31
Deus retirou o povo do Egito e passou a dar suporte, como um pai que trata de um filho pequeno. Do alto vinha alimento (Êx 16:35); do seio da terra vinha água (Nm 20:11); o frio noturno e o sol escaldante do deserto não lhes aflingia (Êx 13); nem mesmo o tempo podia lhes deixar nus (Dt 29:5). Isso tudo porque Deus levava uma nação recém nascida, um povo menor do que todos (Dt 7:7). Deus sabia que o povo precisava amadurecer antes de se envolver no cumprimento de sua missão na terra.

No entanto, parece que ao longo dos séculos a Igreja optou por se misturar primeiro, antes de amadurecer, realizando ao decorrer da história um caminho sincrético¹. A Igreja cristã começou com os remanescentes seguidores de Cristo, que após sua ressurreição passaram a divulgar os ideais do reino. As pessoas foram aceitando aquela mensagem e passaram a reorientar suas vidas segundo o que aprendiam. Com o passar dos anos acontece o Primeiro² Grande Evento Sincrético:

- O imperador romano Constantino Iprotegido de Hércules³, posteriormente passou a adorar o deus Sol Invicto (que mais tarde teve a data de seu nascimento, 25 de dezembro, utilizada para comemorar o nascimento de Cristo). Em um sonho com uma cruz, Constantino teria ouvido que "através daquele símbolo venceria a batalha". E venceu. Passou então a se declarar cristão e com o passar dos anos o cristianismo tornou-se a religião oficial do Império. O nome do novo deus era semelhante ao do antigo⁴, o que facilitou o sincretismo do Império.

Quando explodiu a Reforma Protestante, aconteceu o que chamo de Segundo Grande Evento Sincrético:

Martinho Lutero após a sua série de problemas com o papado devido as suas interpretações das Escrituras, foi expulso da Igreja e do Corpo de Cristo, ao ser excomungado pelo Papa Leão X, no dia 3 de janeiro de 1521, na bula Decet Romanum Pontificem. Restava ao monge alemão se juntar aos que aderiram as suas idéias e de outros reformadores e fundar uma nova igreja. No entanto, Lutero somente implantava suas idéias em países onde o rei se convertia á sua reforma. Isso teve vários motivos, mas o principal talvez seja porque naquela época o clero era sustentado pelo Estado, como ainda acontece com a Igreja da Inglaterra, também conhecida comoAnglicana.

Para entender como esse tipo de prática influenciou a espiritualidade brasileira, vamos ao que eu destaco como o Terceiro Grande Evento Sincrético:

- No evento do descobrimento do Brasil a Companhia de Jesus ficou incumbida de catequizar os índios e negros do novo mundo. A Igreja de Roma perdia membros para o grupo dos reformadores e essa foi uma investida para que seu número, leia-se poder, não diminuísse. Esse movimento é conhecido como a Contrarreforma. A espada, a cruz e a fome iam dizimando a família selvagem⁵. Para o índio, converter-se aocristianismo, significava sobreviver frente a ameaça dos colonizadores. O negro africano trouxe consigo a sua religiosidade e assim como o hebreu primitivo, atribuía a uma gama de divindades as forças da natureza. Com os escravos africanos, o caminho escolhido pela Igreja foi o sincrético: os deuses africanos foram assimilados aos santos católicos por osmose. Com isso, a conversão dos africanos ao cristianismo foi facilitada.

Em nossos dias o sincretismo, que passou pela demonologia evangélica frente aos deuses africanos, chegou até nós em forma de adaptação dos ideais cristãos para que haja um proselitismo facilitado. Há alguns anos atrás, ser evangélico era sinônimo de ser careta, sem graça, mal-vestido, fora de moda, fanático e desinformado. Estes dois últimos ainda permanecem, mas... As coisa mudaram. Está na moda ser crente.

Embora o Cristo tenha demonstrado com sua vida que deveríamos andar na contra-mão do mundo, oferecendo um novo estilo de vida á ser vivido, os cristãos optaram por se adaptar para que o mundo⁶ os aceitasse. Fazem paródia com as músicas de sucesso, cantores fazem falsetes para cantarem com timbre igual aos cantores de sucesso, compram estações de rádio televisão, constroem mega-igrejas, constroem parques temáticos evangélicos, realizam evento em alto mar ou em hotéis de alto luxo, em suma, esbanjam luxo. Tudo isso em prol de uma tentativa de fazer, novamente,prosélitos em massa.

Podemos observar pessoas pulando de alegria quando aparece algum cantor gospel em um programa badalado, mas as mesmas pessoas não enxergam (por não querer?) que há um interesse financeiro por trás, onde uma rede de TV, dona da gravadora do cantor, quer mostrar seu produto. E algumas vezes dos próprios cantores que cobram taxas altíssimas para comparecem em eventos ou em igrejas. Existem hoje feiras para expor produtos voltados para o público evangélico. Shofar, Arcas da Aliança em miniatura, adesivos para carro, roupas... Ouvi falar de uma grife exclusiva para o seguimento evangélico. Duvido que dure como aquelas do deserto...

Até mesmo a mensagem do Evangelho foi diluída com mensagens de auto-ajuda para que melhor fosse aceita pelos não-adeptos. Os ventos vindos do Norte, leia-se Teologia-norte-americana, se aproveitou a fertilidade de nossas terras, onde "o que planta,nasce", como certificou Pero Vaz de Caminha. Hoje o mercado se move em torno do desejo dos evangélicos. Até mesmo no âmbito político: os cristãos-evangélicos foram o alvo dos candidatos á presidência da República nas últimas eleições. Isso é prova de mudança do reino? Creio que não. Se fosse um sinal do reino veríamos as prisões ficando vazias, as pessoas não mais morando na rua, os muito ricos compartilhando um pouco com os que pouco têm, resumindo veríamos "a justiça [correr] como as águas, e a retidão como o ribeiro perene" (Am 5:24)...

Sincreticamente o mercado está de olho no muito dinheiro que os evangélicos colocam á disposição de seu hedonismo. Bem cantou Zeca Baleiro, quando compôs que o mercado tá de olho é no som que Deus criou. Sincreticamente a nação brasileira vai segospelficando. Compõe o sincrético corpo evangélico atores pornôs evangélicos,irmãs nas capas de revista masculina, irmãos multi-milionários, políticos envolvidos em causas que não geram transformação do país no reino de Deus e sim numagospelândia, pastores coligados com o tráfico, etc. E não podemos nos esquecer da produtora que quer lançar filmes pornográficos para crentes. Como disse Ronald Sider,parece que simplesmente não lemos uma boa parte da Bíblia...

Enquanto a Igreja não abandonar essa vil prática, ela será apenas um mero público alvo do mercado e dos homens que querem apenas levar a lã que sai das ovelhas do Bom Pastor. Enquanto não buscar o exemplo do Jesus e parar de agir em conformidade com o pensamento ainda presente no mundo, esta Igreja não será testemunha que Ele a destinou ser. Os malefícios desta prática já podem ser sentidos e irão intensificar ao longos dos anos á medida que os número de cristãos-nominais-evangélicos aumentar. Talvez Ricardo Gondin não tenha exagerado quando disseDeus nos livre de um Brasil evangélico. Nestes moldes faço coro ao Gondin.

Ir na contra-mão pode custar muito a Igreja Evangélica (agora sim com "e" maiúsculo), e talvez até levá-la ao madeiro. Mas é o caminho que Ele trilhou e não pode ser diferente conosco.

¹ - Fusão de doutrinas de diversas origens, seja na esfera das crenças religiosas ou filosóficas.
² - Não cabe aqui falar de todos os eventos sincréticos ocorridos na história do cristianismo.
³ - Hércules é filho do deus Zeus com a mortal Alcmena.
⁴ - Zeus em grego "Ζεύς" (Zeus), Deus em grego "θεός(Theòs).
⁵ - NERUDA, Pablo. In: ROMANO, Ruggiero. Mecanismos da conquista colonial. São Paulo, Perspectiva, 1973, p.13
⁶ - Faço uso da palavra mundo para falar de não-cristãos.
Que o SENHOR tenha misericórdia de nós! AMÉM!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

5 Expressões Sem Sentido Usadas na Igreja Hoje!

As 5 expressões evangélicas mais sem sentido usadas nas Igrejas
5 – EXORTAR Essa expressão é usada de modo equivocado em 100% das Igrejas. Segundo qualquer dicionário, exortar significa “animar, incentivar, estimular”. Logo, exortar o irmão que está em pecado na verdade não significa repreende-lo. Quem está vivendo no erro não precisa de um incentivo, mas de um auxílio. 4 – LEVITA Essa morreu no Antigo Testamento. Os Levitas eram descendentes da Tribo de Levi, e eram encarregados de TODO O SERVIÇO no Templo. Mas Levita tem sido usado como sinônimo de músico. Besteira pura! Pra começar a música no serviço levítico era a menor das tarefas. A faxina, organização e carregar peso nas costas, isso sim era a parte mais importante do trabalho. Levando em conta que não somos judeus, não somos descendentes daquela tribo e também lembrando que o Templo não existe mais, então estamos dispensados do serviço levítico. Músico é músico. Ponto.
3 – PROFETA Segundo a bíblia, profeta é aquele que revela a von…

Denúncia na igreja do evangelho quadrangular!

PASTORA DENUNCIA LIDERANÇA DA IGREJA DO EVANGELHO QUADRANGULAR Comentário de Wagner Lemos (ex-membro dessa empresa que muitos chamam de Igreja Quadrangular): Como membro da Quadrangular a mais de 15 anos sei de muita coisa ali… e o que é escancarado é nossa liderança corrupta! Que vê as igrejas como empresas e sua membresia como clientes. Tenho um amigo pastor que foi designado para pastorear uma igreja Quadrangular numa cidade vizinha a nossa, e quando retornou me contou com lagrimas nos olhos: A reunião de liderança da minha região é uma vergonha! Tive que ouvir coisas como: Bater metas financeiras… Arrecadação… Propósitos… Não ouve a menção de almas! Apenas dinheiro… Parecia estar numa reunião de empresários sem ser uma… E esse vídeo que achei na internet só comprova aquilo que já sabia a muito tempo! Os pastores do alto escalão, normalmente os responsável por cada região sobrevivem das igrejas de bairro. Os pastores se viram como podem para manter a igreja e ainda enviar a porcent…

95 Teses para a Igreja de Hoje

Reafirmamos a necessidade das 95 teses de Lutero para Igreja. Há uma necessidade de uma Reforma nos dias atuais!
1 – Reafirmamos a supremacia das Escrituras Sagradas sobre quaisquer visões, sonhos ou novas revelações que possam aparecer. (Mc 13.31) 2 – Entendemos que todas as doutrinas, idéias, projetos ou ministérios devem passar pelo crivo da Palavra de Deus, levando-se em conta sua total revelação em Cristo e no Novo Testamento do Seu sangue. (Hb 1.1-2) 3 – Repudiamos toda e qualquer tentativa de utilização do texto sagrado visando a manipulação e domínio do povo que, sinceramente, deseja seguir a Deus. (2 Pe 1.20) 4 – Cremos que a Bíblia é a Palavra de Deus e que contém TODA a revelação que Deus julgou necessária para todos os povos, em todos os tempos, não necessitando de revelações posteriores, sejam essas revelações trazidas por anjos, profetas ou quaisquer outras pessoas. (2 Tm 3.16) 5 – Que o ensino coerente das Escrituras volte a ocupar lugar de honra em nossas igrejas. Que haja …