O Reavivamento de que Precisamos!


PR CRISTIANO BANDEIRA 
O REAVIVAMENTO DE QUE PRECISAMOS
Já perdoamos a todos? Há qualquer malícia, despeito, ódio ou inimizade em nosso coração? Será que alimentamos rixas contra alguém e que nos recusamos a fazer reconciliação?
Será que nós nos zangamos? Há alguma revolta dentro de nós? Será verdade que costumamos perder a calma? Será que o ódio nos domina com suas garras, uma vez ou outra?
Estará havendo algum sentimento de ciúme? Quando outro recebe preferência, isso porventura nos aborrece e nos provoca inveja? Teremos ciúme daqueles que oram, falam e fazem as coisas melhor do que nós? 
Será que nos impacientamos ou nos irritamos? As coisas sem importância nos incomodam e amolam? Ou será que nos mantemos dóceis, calmos e corteses sob qualquer circunstância?
Ficamos ofendidos com facilidade? Quando alguém deixa de notar nossa presença e passa por nós sem nos falar, isso nos magoa. Se os outros são tão considerados e nós negligenciados, como é que nos sentimos nessa situação?
 Existe algum orgulho  em nosso coração? Fazemos juízo muito favorável a nosso próprio respeito? Será que pensamos muito em nossa posição e em nossos feitos?
Será que temos sido desonestos? Nossas transações estão acima de qualquer crítica? Será que nosso metro tem cem centímetros e nosso quilo, mil gramas?
Teremos falado mal dos outros? Caluniamos o caráter alheio? Será que somos intrigantes e faladores?
Criticamos sem consideração, com grosseria e severidade? Estamos procurando falhas e olhando os defeitos alheios?
Estamos roubando a Deus? Estamos usando para outros fins o tempo que pertence a Ele? Estamos com o dinheiro que lhe pertence?
Somos mundanos? Gostamos do brilho, da pompa e da exibição?
Temos furtado? Apossamo-nos de pequenos objetos que não nos pertencem?
Abrigamos o espírito de amargura contra alguém? Existe ódio em nosso coração?
Estamos vivendo com leviandade e frivolidade? Nossa conduta estará sendo equívoca? Será que pelos nossos atos o mundo nos considera como dele?
Será que nos apropriamos de alguma coisa e não fizemos restituição? Ou será que o espírito  de Zaqueu se apossou de nós? Já pusemos em ordem uma série de coisas erradas que Deus nos revelou?
Estamos contrariados ou ansiosos? Não conseguimos confiar em Deus quanto às nossas necessidades temporais e espirituais? Será que estamos antecipando dificuldades antes que elas surjam?
Estaremos tendo pensamentos lascivos? Permitimos que nossa mente imagine coisas impuras e condenáveis?
Costumamos falar sempre a verdade em nossas afirmações ou temos o hábito de exagerar, dando impressões falsas? Mentimos?
Somos culpados do pecado da incredulidade? A despeito de tudo que Deus fez por nós, ainda persistimos em não crer nas promessas de Sua Palavra?
Temos cometido o pecado de não orar como devíamos? Somos intercessores? Oramos? Quanto tempo estamos gastando de joelhos? Será que eliminamos a oração de nossa vida?
Estamos negligenciando a Palavra de Deus? Quantos capítulos lemos diariamente? Estamos estudando a Bíblia? Recorremos às Escrituras quando carecemos de poder?
Temos deixado de confessar a Cristo abertamente? Temos vergonha de Jesus? Ficamos calados quando nos cercam pessoas mundanas? Estamos dando testemunho todos os dias?
Estamos preocupados e ansiosos com a salvação de almas? Temos amor pelos perdidos? Há em nosso coração compaixão por aqueles que estão perecendo?
by Pr Cristiano
Que O SENHOR tenha misericórdia de nós! AMÉM!

Comentários

Mesmo achando que já perdoei, ainda me incomodo quando na presença de quem me distratou.
Deus tenha misericórdia de mim.
Carlos
Claudio Luis disse…
Tenho certeza que é o avivamento que o Brasil precisa. Principalmente o confessar a Cristo de todo o coração, de toda alma e entendimento. O cenário evangélico vive uma crise doutrinária muito intensa. Parabéns pela postagem e que Deus continue te abençoando.

Postagens mais visitadas deste blog

5 Expressões Sem Sentido Usadas na Igreja Hoje!

Denúncia na igreja do evangelho quadrangular!

95 Teses para a Igreja de Hoje