Debaixo da Lei ou da Graça!


Debaixo da Lei ou da Graça?
Aquele que não tem pecados que seja o primeiro a atirar a pedra!

            O capítulo 8 do Evangelho de João narra que Jesus foi para o monte das Oliveiras, e, pela manhã cedo, voltou para o templo, e todo o povo vinha ter com Ele, e, assentando-se, os ensinava. E os escribas e fariseus trouxeram-lhe uma mulher apanhada em adultério. E, pondo-a no meio, disseram-lhe: Mestre, esta mulher foi apanhada, no próprio ato, adulterando, e, na lei, nos mandou Moisés que as tais sejam apedrejadas. Tu, pois, que dizes? Isso diziam eles, tentando-o, para que tivessem de que o acusar. Mas Jesus, inclinando-se, escrevia com o dedo na terra. E, como insistissem, perguntando-lhe, endireitou-se e disse-lhes: Aquele que dentre vós está sem pecado seja o primeiro que atire a pedra contra ela. Quando ouviram isso, saíram um a um, a começar pelos mais velhos até aos últimos; ficaram sós Jesus e a mulher, que estava no meio. E, endireitando-se Jesus e não vendo ninguém mais do que a mulher, disse-lhe: Mulher, onde estão àqueles teus acusadores? Ninguém te condenou? E ela disse: Ninguém, Senhor. E disse-lhe Jesus: Nem eu também te condeno; vai-te e não peques mais.
             É majestosa a mensagem do Senhor Jesus. Avaliem que os escribas e fariseus o abordaram com presunção, amparados pela Lei do Antigo Testamento tentando deixá-lo em situação embaraçosa. E, Jesus nascido sob a Lei, com o compromisso de cumprir a Lei (Gálatas 4.4) não poderia confrontar nem tão pouco se conformar com a Lei, porque Jesus é amor. Jesus é amor, isto não significa que Jesus amparava o pecado, muito pelo contrário, Jesus veio para a remissão desses pecados, porém Jesus veio para que a Lei se cumprisse, onde passaríamos da Lei para o estado da Graça. A Graça significa o favor imerecido de Deus para com as nossas vidas, pecado não tem justificativa, mas tem perdão. O século XXI e suas Igrejas muitas vezes tem perdido a noção da Graça de Deus, do amor de Deus, do perdão de Deus, por inúmeras vezes condenamos pessoas e as escravizamos por um pecado cometido. Afinal quem não tem pecados que atire a primeira pedra. Quando Jesus disse isso, ele não disse somente com relação ao pecado do adultério, mas o pecado em geral: o mentiroso, o fofoqueiro, o idólatra, o beberrão, o escarnecedor, o que causa contendas, etc., e por aí vai a lista de pecados que poderia ser citada, mas que não vem ao caso agora, Jesus não colocou aquela mulher no meio de todos expondo-a e nem condenando-a. Porém a Igreja do século XXI agora anda falando do que não está na Bíblia, em momento algum da Bíblia veremos Jesus expor ninguém por causa de seus pecados, muito pelo contrário, quando Jesus escreve na areia, e diz sobre quem não tem pecados que atire a primeira pedra, logo a multidão se afasta, e Ele e a mulher conversam, Ele não a condena e a ensina a ir e não mais pecar. Jesus é amor queridos irmãos, e em nós tem de haver esse amor, afinal somos cristãos, se fosse correto expor o pecado de um irmão no altar de nossas igrejas, teríamos que expor todos os pecados, independente do pecado: Pecado é pecado, não existe pecadinho, nem pecadão, desde o pastor da congregação até o porteiro da igreja, (deixo claro que isso não deve ser visto como acepção de pessoas, Deus não faz acepção de pessoas nem de cargos na Igreja), com a mesma proporção serão julgados todos os pecados, não existem pecados mais graves ou menos graves, Deus abomina a todos os pecados sem distinção. Amados irmãos a Bíblia é bem clara, se um irmão pecar dentre vós, vai e repreende-o a sós, se esse mesmo irmão permanecer no pecado vai, chama uma testemunha e repreende-o novamente, mas se ele não ouvir, daí a Bíblia nos recomenda que falemos a congregação. (Mateus 18:15-17)
            Queridos irmãos já saímos do estado da Lei para o estado da Graça de Deus, Jesus é amor e misericórdia, não pregamos um evangelho fácil e nem hipócrita, pois Jesus também é justiça, nada justifica o pecado, mas para o mesmo existe perdão. Meus amados irmãos, prossigamos e conheçamos sobre a palavra de Deus para não sermos enganados por qualquer vento de doutrina soprado nas Igrejas. Não cometamos os mesmos pecados que os fariseus cometeram, cabe somente a Deus julgar os atos de cada um de nós, e cabe a nós protegermos o corpo de Cristo, e o corpo de Cristo somos nós sua Igreja, que andemos por fé e amor a Deus e a nossos irmãos.
by Daniela Gomes de Almeida
Que O SENHOR tenha misericórdia de Nós! AMÉM! 

Comentários

As pessoas querem se tornar defensoras implacáveis de Deus! e o primordial esquecem " Misericórdia quero e não sacrifício" Quantas pessoas temos sacrificado mas não para Deus pelo simples fato de deixamos de conversar com o irmão, Gente nosso irmão( se teu irmão estiver com problemas vai direto no seu pai para ele levar uma surra ou você tenta ajudar seu irmão porque o ama)As atitudes dever ser graduais de acordo com as atitudes ou resposta que obtivemos Deus nos fez dotados de inteligência e espera que usemos, ele mesmo diz" prudentes como as serpentes e inoifensivos como as pombas" Devemos ganhar nossos irmãos e não expulsá-los não estamos sendo prudentes estamos sendo loucos, ignorantes, e violentos como lobos. Por isso está escrito se pecar vai ter com ele somente, se te ouvir ganhaste a teu irmão, se não torna com uma testemunha, e somente daí se insitir na teimosia à Congregação.
DEUS E FIEL, LOUVO A DEUS PELA TUA VIDA MARCIO, E POR MUITOS QUE DEUS TEM LEVANTADO PRA FALAR A VERDADE.QUE DEUS POSSA CONTINUAR INSPIRANDO O AMADO IRMÃO, PRA JUNTOS FAZERMOS A VONTADE DE DEUS. BOM DIA , E UM OTIMO FINAL DE SEMANA PRA VC E FAMILIA

Postagens mais visitadas deste blog

5 Expressões Sem Sentido Usadas na Igreja Hoje!

Denúncia na igreja do evangelho quadrangular!

95 Teses para a Igreja de Hoje