Foi Trágica a Entrevista do Malafaia? Saiba Por Que!


Por que a entrevista do Silas Malafaia foi trágica do começo ao fim?

Por Gutierres Fernandes Siqueira


A caricatura diante da secularista. Uma noite ruim!
Tenho inúmeros amigos e colegas que gostaram da entrevista do Silas Malafaia concedida à jornalista e atriz Marília Gabriela. Eles argumentam que, tirando o primeiro bloco, Malafaia defendeu com coragem a moral cristã diante das ameaças à família. Mas eu discordo. Na minha opinião, a entrevista como um todo foi trágica. Eis os meus motivos:

1. O primeiro bloco e a prosperidade. Bom, eu nem preciso comentar as inúmeras bobagens ditas pelo Silas Malafaia a fim de defender a “teologia da prosperidade” que ele chama de “teologia da semente”. Creio que é consenso que essa primeira parte irritou a todos nós.

2. O homossexualismo (ou “homossexualidade” para a patrulha politicamente correta). O grande problema na defesa da “moral cristã” é que o Silas Malafaia representa uma caricatura. Quando Malafaia fala que ama homossexuais como ama bandidos ele ofende de forma desnecessária a essas pessoas. Sim, eu sei que ele não quis comparar uma coisa com a outra, mas a primeira impressão é a que fica. A agressividade de suas palavras, assim como aquela personalidade explosiva, dificilmente convence alguém a reflexão, mas sim para a militância.

3. Falar em valores morais e não falar do Evangelho é palavreado vazio. Nós, cristãos conservadores, precisamos aprender que se alguém abraça a moralidade cristã sem o Evangelho essa pessoa simplesmente continuará distante de Deus. Não é a moral cristã que salva. Não é a uma família tradicional que salva. Não é a a rejeição ao homossexualismo que salva etc. e tal. A salvação é pela graça de Deus. A moral cristã é uma consequência para quem conhece o Evangelho. Portanto, enquanto pregamos moral para quem precisa do Evangelho, logo estaremos condenando tal pessoa a viver em seu estado pecaminoso.

PS: Bom, eu também quero rejeitar certo protesto na web feito por aquela turma do “cristianismo cult”. Ora, são sujeitos que não se preocupam com o Evangelho a ser luz e sal para o mundo, mas abraçam com entusiasmo qualquer novidade dos pressupostos modernos e pós-modernos. Sim, são caras que amam o presente século e vivem como se Deus não existisse, ao mesmo ponto que abominam uma moral cristã como qualquer ser secular. Eu não acho que tais tenham “moral” para falar mal do Malafaia, pois são tão perniciosos quanto aquele!

Fonte:http://www.teologiapentecostal.com/2013/02/por-que-entrevista-do-silas-malafaia.html

Que o SENHOR tenha misericórdia de nós! AMÉM!

Comentários

Filipe Ivo disse…
Gostei da abordagem, mais acerca da organização do blog, quero só dá uma ideia se caso vc me permitir. Esse widgets exagerados no corpo do post.

Fique na Paz

Filipe Ivo
www.apologiacrista.com.br
Marcio Mendes disse…
Graça e Paz, Ivo, obrigado pela visita e comentário não consegui alterar em relação a este problema agradeço sua ajuda!

Postagens mais visitadas deste blog

5 Expressões Sem Sentido Usadas na Igreja Hoje!

Denúncia na igreja do evangelho quadrangular!

95 Teses para a Igreja de Hoje