Pular para o conteúdo principal

Grupos de Louvor viraram entretenimento! Cuma?!


‘GRUPOS DE LOUVORES VIRARAM ENTRETENIMENTO; LOUVOR É NA IGREJA’, DEFENDE DJ ALPISTE

DJ Alpiste, presente no evento do Salão Internacional Gospel, fala do seu trabalho para ganhar vidas para Jesus em entrevista ao The Christian Post e aponta que bandas de louvor agora existem para ganhar dinheiro.
Convertido no início de 1992, DJ Alpiste contou que começou na época em que se converteu na Renascer, sendo alcançado através da música, quando grupos faziam evangelismo pela música, num evento onde a banda Kadoshi tocava.
Na época, em que ele foi um dos fundadores do rap no Brasil, e já era do movimento hip hop, ele conheceu pessoas que queriam fazer o rap cristão. A oportunidade de introduzir o então rap cristão veio através da banda Kadoshi quando foi convidado a tocar com a banda.
Louvor, mercado, evangelismo
DJ Alpiste, que diz ter seu foco no evangelismo, colocou em questão a profundidade das letras das músicas gospel e como é utilizada para o Reino de Deus, afirmando que hoje há é uma inversão de valores.
“O público que consome música se acostumou a consumir a música que se ouve no culto de domingo.”
“Hoje você tem grupos de louvor fazendo shows. Grupos de louvor que faziam parte de ministérios de louvor da igreja que cantavam no culto de domingo. Hoje eles gravam CDs e fazem shows.”
Ele alega que a música que era para ser cultivada e congregada no culto de domingo, “virou atração, virou entretenimento”, ficando de lado as músicas alternativas utilizadas para o evangelismo.
“Agora as bandas que usavam a música para evangelismo, como as de rock, de rap e de samba, que são os estilos de música alternativos, essas bandas ficaram em segundo planos. Eles não tem espaços em eventos”.
O DJ sustenta que as músicas de louvor são hoje “uma redundância”, comparando com bandas como a Kadoshi de 20 anos atrás.
“Há uma diferença muito grande de criatividade e unção”. E completa, “Hoje em dia, as pessoas fazem música para ganhar dinheiro”.
Tratando-se de mercado, as bandas alternativas para ele não tem chance. Ele dá exemplos de pessoas que conseguem contrato em gravadoras, a partir de brincadeiras que viram sucessos.
“Ninguém está preocupado com unção com talento”, reclama, defendendo que a música de adoração deve ser feita dentro da igreja.
Ele analisa o que se gasta em shows de bandas de louvor e diz que “Se pegássemos essa estrutura de divulgação, de grana, de evento, de iluminação, de som, de espaço, e fizer isso para ganhar vidas para Jesus, teria um propósito muito legal”.
“Estamos perdendo o foco, e perdendo a essência”, diz ele, ressaltando novamente que a música feita para adorar a Deus deve ser dentro da igreja.
“Vamos pegar a música que prega o evangelho na rua, nos eventos, dentro dos ginásios, para que você possa ter um fruto. A vamos deixar a música para adorar a Deus dentro da igreja”.
DJ Alpiste confirma que faz música porque tem um chamado e que independemente de ganhar dinheiro ou não, o seu foco é: evangelismo de rua, tirar as pessoas das drogas, entre outros.
“A gente vai e canta na rua, em cima do caminhão, na porta das favelas. A gente vai para esses lugares e as vidas são salvas. Meu foco é evangelismo de rua, pregar nas praças, tirar as pessoas das drogas, através do rap através do meu testemunho, independente se eu ganho dinheiro ou não”.
“Não é o dinheiro que me move. (…) O que me move hoje é ser instrumento para resgatar a vida de alguém”.
***
Faça desse post mais um debate interessante deixando a sua opinião. Fonte: Christianpost. Divulgação: Púlpito Cristão.
Que o SENHOR tenha misericórdia de nós! AMÉM!

Comentários

Walter Filho disse…
É nóis!
God bless you!


Microscopicamente (João 3 .30),

Walter Filho

Postagens mais visitadas deste blog

5 Expressões Sem Sentido Usadas na Igreja Hoje!

As 5 expressões evangélicas mais sem sentido usadas nas Igrejas
5 – EXORTAR Essa expressão é usada de modo equivocado em 100% das Igrejas. Segundo qualquer dicionário, exortar significa “animar, incentivar, estimular”. Logo, exortar o irmão que está em pecado na verdade não significa repreende-lo. Quem está vivendo no erro não precisa de um incentivo, mas de um auxílio. 4 – LEVITA Essa morreu no Antigo Testamento. Os Levitas eram descendentes da Tribo de Levi, e eram encarregados de TODO O SERVIÇO no Templo. Mas Levita tem sido usado como sinônimo de músico. Besteira pura! Pra começar a música no serviço levítico era a menor das tarefas. A faxina, organização e carregar peso nas costas, isso sim era a parte mais importante do trabalho. Levando em conta que não somos judeus, não somos descendentes daquela tribo e também lembrando que o Templo não existe mais, então estamos dispensados do serviço levítico. Músico é músico. Ponto.
3 – PROFETA Segundo a bíblia, profeta é aquele que revela a von…

95 Teses para a Igreja de Hoje

Reafirmamos a necessidade das 95 teses de Lutero para Igreja. Há uma necessidade de uma Reforma nos dias atuais!
1 – Reafirmamos a supremacia das Escrituras Sagradas sobre quaisquer visões, sonhos ou novas revelações que possam aparecer. (Mc 13.31) 2 – Entendemos que todas as doutrinas, idéias, projetos ou ministérios devem passar pelo crivo da Palavra de Deus, levando-se em conta sua total revelação em Cristo e no Novo Testamento do Seu sangue. (Hb 1.1-2) 3 – Repudiamos toda e qualquer tentativa de utilização do texto sagrado visando a manipulação e domínio do povo que, sinceramente, deseja seguir a Deus. (2 Pe 1.20) 4 – Cremos que a Bíblia é a Palavra de Deus e que contém TODA a revelação que Deus julgou necessária para todos os povos, em todos os tempos, não necessitando de revelações posteriores, sejam essas revelações trazidas por anjos, profetas ou quaisquer outras pessoas. (2 Tm 3.16) 5 – Que o ensino coerente das Escrituras volte a ocupar lugar de honra em nossas igrejas. Que haja …

Denúncia na igreja do evangelho quadrangular!

PASTORA DENUNCIA LIDERANÇA DA IGREJA DO EVANGELHO QUADRANGULAR Comentário de Wagner Lemos (ex-membro dessa empresa que muitos chamam de Igreja Quadrangular): Como membro da Quadrangular a mais de 15 anos sei de muita coisa ali… e o que é escancarado é nossa liderança corrupta! Que vê as igrejas como empresas e sua membresia como clientes. Tenho um amigo pastor que foi designado para pastorear uma igreja Quadrangular numa cidade vizinha a nossa, e quando retornou me contou com lagrimas nos olhos: A reunião de liderança da minha região é uma vergonha! Tive que ouvir coisas como: Bater metas financeiras… Arrecadação… Propósitos… Não ouve a menção de almas! Apenas dinheiro… Parecia estar numa reunião de empresários sem ser uma… E esse vídeo que achei na internet só comprova aquilo que já sabia a muito tempo! Os pastores do alto escalão, normalmente os responsável por cada região sobrevivem das igrejas de bairro. Os pastores se viram como podem para manter a igreja e ainda enviar a porcent…