Pular para o conteúdo principal

Evangelho do Palco X Evangelho da Platéia!


Evangelho do Palco X Evangelho da Platéia



Silas Magela
 

"A música gospel reflete a caminhada da igreja..." - foi o que declarou o cantor Kleber Lucas em entrevista ao site Vitrine do Tocantins.

Nos púlpitos evangélicos também acontece o mesmo processo, prega-se o pensar, o viver e as pretensões dos que caminham na igreja evangélica.

Como sempre, o inimigo da Igreja age com muita sutileza para enganar e desvirtuar os valores genuínos do Reino de Deus. Isso tem afetado a postura de muitas pessoas que mesmo se declarando evangélicas parece não perceber que estão se distanciando das práticas graciosas dos ensinamentos puros de Jesus.

Qual é o impacto causado por frases como estas?

"Um novo nome ouvirá sobre essa terra, Quem sabe, este nome seja o seu..."
ou então:

"Deus está anunciando um novo nome, Tem grande chance de esse nome ser o seu!"
ou ainda:
"Deus vai bradar, anunciar em alta voz pra o universo ouvir, Eis que um novo vencedor está chegando ai..."
Essas frases expressam uma forma de enxergar a proposta do Evangelho absolutamente distorcida, onde não só se busca a exaltação do próprio "eu", faz-se de forma quase megalomaníaca,  em uma percepção pessoal que se agiganta em detrimento do outro: "quem sabe esse nome seja o seu...!!!".

Tal cultura destoa completamente da essência do Evangelho que nos ensina um posicionamento do "eu" que caminha ao lado do "outro" quando não inferior(*). Portanto, o Evangelho não sugere egoísmo, nem jactância, muito menos estrelismo de um ego adoecido que só é possível se ter quando não se conhece a verdade plena do Evangelho.
O Evangelho que eu conheço pela narrativa de Jesus e dos apóstolos nos ensina a considerar o próximo superior a nós mesmos(*), a dar de graça o que de graça recebemos, sem interposição pessoal com reinvidicação de mérito. O Evangelho que eu conheço nos ensina a sermos unânimes entre nós; não ambicionando coisas altas, mas acomodando-nos às humildes[1].

Observe outro exemplo do equivocado entendimento do Evangelho no meio "gospel":

"...Quem te viu passar na prova
E não te ajudou
Quando ver você na benção
Vão se arrepender
Vai estar entre a plateia
E você no palco..."

Quem pensa em palco, pensa em lugar alto e de destaque com o privilégio de ser admirado, ovacionado e venerado por uma platéia. E essa relação Palco X Platéia  tem sido o teor de inúmeras pregações pentecostais nos últimos anos o que comprova a infiltração de uma cultura de egocentrismo de forma sutil e com discurso dissimulado, que nunca encontraremos nas linhas do Evangelho. Com umquê de  sentimento de vingança, evangélicos Brasil a fora cantam quase que em êxtase esses refrões que por mais que possam parecer inspirações bem intencionadas ou talvez ingênuas (fazer um julgamento aqui certamente não é o meu objetivo), o fato é que qualquer sutileza que desvirtua o Evangelho é perigosa, pois muitos, por estarem famintos, vão comer o que tiver na panela e pode haver veneno ali (leia sobre a morte na panela).

Se esses sentimentos forem os agentes inspiradores de nossas canções e pregações, o que dizer dos ensinamentos de Jesus, que nos ensina a amar até os nossos inimigos, bendizer os que nos maldizem, fazer bem aos que nos odeiam, e orar pelos que nos maltratam e nos perseguem;  (ler mais em Mateus 5:44)


Não há canção mais pura e linda do que a que canta Jesus, o nome que está muito acima de todo principado, e autoridade, e poder, e domínio, e de todo nome que se nomeia, não só neste século, mas também no vindouro; (Efésios 1.21) - a canção que canta Cristo vivendo em nós  e não mais nós mesmos.


Vale refletir:


(*)"...nada façais por contenda ou por vanglória, mas com humildade cada um considere os outros superiores a si mesmo; não olhe cada um somente para o que é seu, mas cada qual também para o que é dos outros. Tende em vós aquele sentimento que houve também em Cristo Jesus, o qual, subsistindo em forma de Deus, não considerou o ser igual a Deus coisa a que se devia aferrar, mas esvaziou-se a si mesmo, tomando a forma de servo, tornando-se semelhante aos homens; e, achado na forma de homem, humilhou-se a si mesmo, tornando-se obediente até a morte, e morte de cruz".
Publicado originalmente em no blog Do AUTOR 
Diviulgação Genizah  
Fonte:http://www.genizahvirtual.com/2012/02/evangelho-do-palco-x-evangelho-da.html


Que o SENHOR tenha misericórdia de nós! AMÉM!

Comentários

Márcio Souza disse…
Infelizmente a apostasia tem tomado conta das igrejas evangélicas de maneira surpreendente, muitos estão deixando a san doutrina e colocando muitas coisas acima de Deus, parabéns pela postagem, quando puder visita meu blog www.marciosouza.com

Postagens mais visitadas deste blog

5 Expressões Sem Sentido Usadas na Igreja Hoje!

As 5 expressões evangélicas mais sem sentido usadas nas Igrejas
5 – EXORTAR Essa expressão é usada de modo equivocado em 100% das Igrejas. Segundo qualquer dicionário, exortar significa “animar, incentivar, estimular”. Logo, exortar o irmão que está em pecado na verdade não significa repreende-lo. Quem está vivendo no erro não precisa de um incentivo, mas de um auxílio. 4 – LEVITA Essa morreu no Antigo Testamento. Os Levitas eram descendentes da Tribo de Levi, e eram encarregados de TODO O SERVIÇO no Templo. Mas Levita tem sido usado como sinônimo de músico. Besteira pura! Pra começar a música no serviço levítico era a menor das tarefas. A faxina, organização e carregar peso nas costas, isso sim era a parte mais importante do trabalho. Levando em conta que não somos judeus, não somos descendentes daquela tribo e também lembrando que o Templo não existe mais, então estamos dispensados do serviço levítico. Músico é músico. Ponto.
3 – PROFETA Segundo a bíblia, profeta é aquele que revela a von…

Denúncia na igreja do evangelho quadrangular!

PASTORA DENUNCIA LIDERANÇA DA IGREJA DO EVANGELHO QUADRANGULAR Comentário de Wagner Lemos (ex-membro dessa empresa que muitos chamam de Igreja Quadrangular): Como membro da Quadrangular a mais de 15 anos sei de muita coisa ali… e o que é escancarado é nossa liderança corrupta! Que vê as igrejas como empresas e sua membresia como clientes. Tenho um amigo pastor que foi designado para pastorear uma igreja Quadrangular numa cidade vizinha a nossa, e quando retornou me contou com lagrimas nos olhos: A reunião de liderança da minha região é uma vergonha! Tive que ouvir coisas como: Bater metas financeiras… Arrecadação… Propósitos… Não ouve a menção de almas! Apenas dinheiro… Parecia estar numa reunião de empresários sem ser uma… E esse vídeo que achei na internet só comprova aquilo que já sabia a muito tempo! Os pastores do alto escalão, normalmente os responsável por cada região sobrevivem das igrejas de bairro. Os pastores se viram como podem para manter a igreja e ainda enviar a porcent…

95 Teses para a Igreja de Hoje

Reafirmamos a necessidade das 95 teses de Lutero para Igreja. Há uma necessidade de uma Reforma nos dias atuais!
1 – Reafirmamos a supremacia das Escrituras Sagradas sobre quaisquer visões, sonhos ou novas revelações que possam aparecer. (Mc 13.31) 2 – Entendemos que todas as doutrinas, idéias, projetos ou ministérios devem passar pelo crivo da Palavra de Deus, levando-se em conta sua total revelação em Cristo e no Novo Testamento do Seu sangue. (Hb 1.1-2) 3 – Repudiamos toda e qualquer tentativa de utilização do texto sagrado visando a manipulação e domínio do povo que, sinceramente, deseja seguir a Deus. (2 Pe 1.20) 4 – Cremos que a Bíblia é a Palavra de Deus e que contém TODA a revelação que Deus julgou necessária para todos os povos, em todos os tempos, não necessitando de revelações posteriores, sejam essas revelações trazidas por anjos, profetas ou quaisquer outras pessoas. (2 Tm 3.16) 5 – Que o ensino coerente das Escrituras volte a ocupar lugar de honra em nossas igrejas. Que haja …