Pular para o conteúdo principal

Cantar a Graça, de graça, seria algo meio sem graça!


CANTAR A GRAÇA, DE GRAÇA, seria algo meio sem graça !




O evangelho de Jesus de Nazaré fala a respeito de “frutos de arrependimento”.

Creio que a tal “música gospel” contribuiu bastante para a superficialidade teológica dos chamados “evangélicos”.

Todos os “Líderes de adoração” ou “Ministros de Louvor” que fizeram ou que ainda fazem parte de todo esse“MOVER GOSPEL”, seja por meio de SHOW'S ou com a COMERCIALIZAÇÃO dos seus CD’S (e a Nívea também está nessa ...) precisam apresentar os tais “FRUTOS”.

Como farão isso?

Creio que declarações como essa da Nívea já é a “boca falando” algo que está incomodando no coração.

Mas também creio que, além de falar a respeito do assunto ou de simplesmente dizer que “antigamente não era assim”, também é preciso mais uma coisinha SIMPLES, bem simples, para realmente voltarmos a ter um compromisso sério com a VERDADE do Evangelho: Basta o cristão dar de graça o que recebeu de graça, ou seja,basta parar de comercializar CD, parar de cobrar ingresso para se apresentar (afinal, precisamos é apresentar JESUS. SOMENTE ELE).

Mas isso é tão SIMPLES que pode COMPLICAR a religião de muita gente (principalmente dos tais “adoradores” profissionais).

Acredito que CANTAR A GRAÇA, DE GRAÇA seria algo meio sem graça para quem já está acostumado a receber aplausos e também acostumado a dar autógrafo.

Um detalhe que me alegrou e me chamou a atenção nas declarações da cantora Nívea foi que ela exaltou bastante o NOME de JESUS.

Ela apontou bastante para CRISTO.
Sabemos que ELE é SUFICIENTE.
ELE é o SALVADOR. Ele é TUDO.
Que possamos cantar com alegria esse NOME.

De coração: Espero que muitos desses músicos (artistas) possam compreender que a herança de um cantor cristão é a mesma de todos os demais cristãos: É uma recompensa eterna no céu, e não um reconhecimento terreno (com disco de OURO, de Prata e de Platina).

Que Deus tenha MISERICÓRDIA de todos nós!

A Herança do cristão: Uma recompensa eterna (no CÉU)

“Pela fé Moisés, sendo já grande, recusou ser chamado filho da filha de Faraó, escolhendo antes ser maltratado com o povo de Deus, do que por um pouco de tempo ter o gozo do pecado; Tendo por maiores riquezas o vitupério de CRISTO que os tesouros do Egito; porque tinha em vista a recompensa”. Hebreus 11.24-26.

“Para que, sendo justificados pela sua graça, sejamos feitos herdeiros segundo a esperança da vida eterna”. Tito 3.7

“Não atentando nós nas coisas que se vêem, mas nas que se não vêem; porque as que se vêem são temporais, e as que se NÃO VÊEM SÃO ETERNAS”. II Cor. 4.18


“[...] as coisas que o OLHO NÃO VIU, e o ouvido NÃO OUVIU, e não SUBIRAM ao coração do homem, São as que DEUS PREPAROU para os que o amam” I Cor. 2.9

“Para uma HERANÇA incorruptível, incontaminável, e que não se pode murchar, guardada NOS CÉUS para vós” I Pedro 1.4

“Por causa da esperança que vos está reservada NOS CÉUS, da qual já antes ouvistes pela palavra da VERDADE do EVANGELHO”. Colossenses 1.5

“Porque sabemos que, se a nossa casa terrestre deste tabernáculo se desfizer, temos de Deus um edifício, uma casa não feita por mãos, ETERNA, NOS CÉUS”. II Cor. 5.1

“ [...] porventura não escolheu Deus aos POBRES deste mundo para serem RICOS NA FÉ, e HERDEIROS NO REINO que prometeu aos que o amam? Tiago 2.5


Betinho - Amigo do Blog Caminhando na Graça, de graça !

Fonte: http://marcelonathanson.blogspot.com/2011/12/cantar-graca-de-graca-seria-algo-meio.html

Que o SENHOR tenha misericórdia de nós! AMÉM!

Comentários

Paz Marcio oque me incomoda é o valor que cobram para se apresentar em uma igreja são valores monstruosos e exageros, isso é muito triste isso é barganha, não é esse evangelho que Jesus deixou para nós, fica na Paz.
AKOGA disse…
Amei o artigo sobre as "celebridades" gospel e os seus cofrinhos cheios de moedinhas de ouro e prata. Só Jesus Cristo mesmo!!!
Alisson Lopes disse…
Segue abaixo a primeira parte do meu comentário:

Conteúdo critico-reflexivo relevante... valido diante da atual situação do meio gospel. Entretanto, concordo com partes e tenho algumas observações a fazer:

Quando a referencia que o artigo acima faz a respeito da passagem de Mateus 10:8 que em sua ultima frase lemos a seguinte ordem do Senhor Jesus:"[...] de graça recebestes, de graça dai.", creio que esta afirmativa foi usada no referido post, de forma desequilibrada e fora do seu contexto.

Esta passagem fala de dar de graça (literalmente sem receber nada em troca), as coisas referentes aos dons miraculosos, de expulsar demônios, curar enfermos, ressuscitar os mortos etc... mas claro que também fala da pregação do evangelho, a pregação do arrependimento (de acordo com o versículo 7) para que as pessoas se voltem ao Senhor e ao Seu Reino.

Mas, nosso entendimento deve ser equilibrado com a leitura completa da Palavra de Deus, de acordo com o que ela diz sobre este mesmo assunto em outras porções da Escritura.

Que tal ler 1ª Coríntios 9:6-15? Nesta passagem Paulo fala que aquele que se esforça, e serve integralmente como ministro da Palavra de Deus, tem o direito de receber o suprimento, bens materiais para a manutenção da sua sobrevivência. Contudo, deixa muito claro que, ele mesmo escolheu não ser servido com estes bens pelo fato de cuidar da igreja, mas preferiu continuar com uma fonte de renda secular (ele fazia tendas) para sua sobrevivência, e assim não receber por ensinar a Palavra de Deus.

Mas a clareza de seu discurso, visava levar os santos a apoiarem financeiramente aqueles ministros que estiverem trabalhando apenas pela Palavra de Deus.

continua...
Alisson Lopes disse…
continuando... segunda parte:

1ª Coríntios 9:11,13 diz: "Se nós vos semeamos as coisas espirituais, será muito recolhermos de vós bens materiais? [...] Não sabeis vós que os que prestam serviços sagrados do próprio templo se alimentam? E quem serve ao altar do altar tira seu sustento?"

Refletir sobre isso, nos tornará filhos de Deus menos apegados às riquezas deste mundo. Ora, se estes servos de Deus, nos ministram a verdadeira e inestimável riqueza, que são as riquezas de Deus, será demais auxiliarmos-lhes com bens materiais perecíveis? Será que estamos dando o devido valor à Palavra de Deus, e ao fato de Ele mesmo ter preparado e enviado estes servos?

Sendo assim, a passagem de Mateus 10 nos fala de pregar o evangelho de graça, para que as pessoas, em arrependimento, se voltem ao Senhor. Mas a passagem de 1ª Coríntios 9, no que diz respeito a este assunto, nos esclarece que aqueles que cuidam integralmente, apascentam a igreja e não tem um trabalho secular do qual receba seu sustento, tem sim o direito de recebê-lo dos irmãos, tudo isso de forma moderada.

Pregar o evangelho para que as pessoas se voltem ao Senhor, é uma situação diferente de cuidar dos irmãos, ministrando-lhes a Palavra. Para cada um desses casos, de acordo com as Sagradas Escrituras, aplicaremos princípios diferentes no que diz respeito ao direito de receber ofertas.

Mas ao lidar com este assunto, nos deparamos com dois extremos: não somente aqueles que não abrem mão de um pouco de dinheiro para dar o que é devido a aqueles que servem apenas com a Palavra e não tem uma fonte de sustento separada da vida espiritual. Mas também nos deparamos com ministros que ao invés se receber somente o suficiente para o sustento, acabam servindo-se de muito mais do que lhe é devido, vivendo assim de forma luxuosa.

Voltando a Mateus 10, vemos que é ai que se encontra o erro de alguns ministros: “Não vos provereis de outro, nem de prata,, nem de cobre nos vossos cintos; nem de alforje para o caminho, nem de duas túnicas, nem de sandálias, nem de bordão; porque digno é o trabalhador do seu alimento” (Mateus 10:9-10).

De fato, muita coisa deve mudar no meio do show’s gospel por exemplo. Sabemos que existem aqueles que luxam, possuem até mansões, isso é realidade, e em minha visão não está correto, é uma verdadeira exploração da fé. Mas convenhamos que não dá pra fazer totalmente de graça. Se estes ministros fizerem de graça (literalmente não recebendo nada), como ficará, não somente a questão do que por na mesa de casa, mas também como fica a questão das viagens, seus deslocamentos, e demais gastos?

Como seres humanos e filhos de Deus, não podemos cair em nenhum dos extremos: não podemos nos apegar ao dinheiro e dizer: “não vou dar nada, que eles ministrem a palavra de Deus e o louvor, totalmente de graça” porque isso é uma genuína avareza e egoísmo, não querendo ver que existem necessidades básicas a serem supridas. E por outro lado, nós que somos ministros, não podemos viver luxuosamente, mas apenas receber o suficiente para o sustento.

Em Cristo,
Alisson Lopes
Ministro da Palavra
e autor do blog:http://espadadoespiritosanto.blogspot.com/
Alisson Lopes disse…
Eu concordo com o André de Castro.

Seria muito bom, não somente para nós que pagamos, mas principalmente para os que ministram, sem pedir retribuição além da retribuição financeira realmente necessária.
quer acabar com o ganha-pão, o ganha-caviar, o ganha-mansão-com-sauna-e-quadra-de-esportes, quer acabar essas coisas básicas para a sobrevivência de um "astro da música gospel"? para com isso.
isso é o básico...
Agora é sério, temos que olhar tb pro lado profissional. Estúdio, musicos e outros custos. Sem falar que as próprias pessoas que consomem o serviço, gostam das mega produções e coisa e tal...
Nágila Souza disse…
Concordo em partes com tudo que foi dito, mas agora a pessoa cobrar o absurdo que eles cobram para pregar um só dia é demais, e quando a pessoa é pobre e Deus começa a usa-lá como é o caso de muitos pregadores eles começam pobres e num piscar de olhos estão ricos e soberbos, precisam andar até com seguranças, não sei pra quê, o obreiro é digno sim do seu salário, mas o salário desse povo tá muito alto, já pensou se todos os pregadores cobrassem esse absurdo pra levar o evangelho, ai Jesus ia ter que ter escolhido um banco e não uma igreja, eu acho errado cobrar esse montante, e pregar uma noite só ou cantar pela mesma forma, o engraçado é que quando estão começando pobrezinhos eles mal querem cobrar ai quando começam a aparecer aumenta o cachê, por isso tem muito artista gospel que ninguém nem convida pra ir a lugar nenhum, se iludiu com dinheiro, o dinheiro é a raiz de todos os males, não sei se vocês veem assim, mas a maioria dos talentos gospel, começam louvando e terminam cantando, começam pregando e terminam enganando eu penso que a muito o que mudar.
Deus tenha misericordia de nós, essa é a minha opinião
Levar o Evangelho não é profissão é vocação!

Postagens mais visitadas deste blog

5 Expressões Sem Sentido Usadas na Igreja Hoje!

As 5 expressões evangélicas mais sem sentido usadas nas Igrejas
5 – EXORTAR Essa expressão é usada de modo equivocado em 100% das Igrejas. Segundo qualquer dicionário, exortar significa “animar, incentivar, estimular”. Logo, exortar o irmão que está em pecado na verdade não significa repreende-lo. Quem está vivendo no erro não precisa de um incentivo, mas de um auxílio. 4 – LEVITA Essa morreu no Antigo Testamento. Os Levitas eram descendentes da Tribo de Levi, e eram encarregados de TODO O SERVIÇO no Templo. Mas Levita tem sido usado como sinônimo de músico. Besteira pura! Pra começar a música no serviço levítico era a menor das tarefas. A faxina, organização e carregar peso nas costas, isso sim era a parte mais importante do trabalho. Levando em conta que não somos judeus, não somos descendentes daquela tribo e também lembrando que o Templo não existe mais, então estamos dispensados do serviço levítico. Músico é músico. Ponto.
3 – PROFETA Segundo a bíblia, profeta é aquele que revela a von…

Denúncia na igreja do evangelho quadrangular!

PASTORA DENUNCIA LIDERANÇA DA IGREJA DO EVANGELHO QUADRANGULAR Comentário de Wagner Lemos (ex-membro dessa empresa que muitos chamam de Igreja Quadrangular): Como membro da Quadrangular a mais de 15 anos sei de muita coisa ali… e o que é escancarado é nossa liderança corrupta! Que vê as igrejas como empresas e sua membresia como clientes. Tenho um amigo pastor que foi designado para pastorear uma igreja Quadrangular numa cidade vizinha a nossa, e quando retornou me contou com lagrimas nos olhos: A reunião de liderança da minha região é uma vergonha! Tive que ouvir coisas como: Bater metas financeiras… Arrecadação… Propósitos… Não ouve a menção de almas! Apenas dinheiro… Parecia estar numa reunião de empresários sem ser uma… E esse vídeo que achei na internet só comprova aquilo que já sabia a muito tempo! Os pastores do alto escalão, normalmente os responsável por cada região sobrevivem das igrejas de bairro. Os pastores se viram como podem para manter a igreja e ainda enviar a porcent…

95 Teses para a Igreja de Hoje

Reafirmamos a necessidade das 95 teses de Lutero para Igreja. Há uma necessidade de uma Reforma nos dias atuais!
1 – Reafirmamos a supremacia das Escrituras Sagradas sobre quaisquer visões, sonhos ou novas revelações que possam aparecer. (Mc 13.31) 2 – Entendemos que todas as doutrinas, idéias, projetos ou ministérios devem passar pelo crivo da Palavra de Deus, levando-se em conta sua total revelação em Cristo e no Novo Testamento do Seu sangue. (Hb 1.1-2) 3 – Repudiamos toda e qualquer tentativa de utilização do texto sagrado visando a manipulação e domínio do povo que, sinceramente, deseja seguir a Deus. (2 Pe 1.20) 4 – Cremos que a Bíblia é a Palavra de Deus e que contém TODA a revelação que Deus julgou necessária para todos os povos, em todos os tempos, não necessitando de revelações posteriores, sejam essas revelações trazidas por anjos, profetas ou quaisquer outras pessoas. (2 Tm 3.16) 5 – Que o ensino coerente das Escrituras volte a ocupar lugar de honra em nossas igrejas. Que haja …