Pular para o conteúdo principal

9 argumentos contra o Natal!


9 Argumentos contra o Natal para crentes!

por Zé Luís

Participo de alguns grupos de discussão. Entre eles, gosto muito dos Christians Nerds, e dos assuntos ecléticos ali debatidos. Entre eles, material interessante sobre o Natal, no qual me baseei para trazer a lista abaixo:

Há séculos , cristãos – ditos – protestantes celebram o Natal através de cantatas, jograis, dramatizações, embora é cada vez mais crescente novos grupos evangélicos que divulga essa data comemorativa como algo pervertido, oriundo do paganismo. As razões alegadas são as mais diversas: sua origem está ligada ao culto pagão ao deus Mitra, que a data real do nascimento, 25 de dezembro está incorreta e ligada a cultos pagãos, que a árvore de natal é originária de Babilônia, que não existem referências bíblicas que justifiquem tal celebração...

Enfim: os adeptos da Teologia Conspiracionista expõem uma galeria de argumentos de aparência piedosa, mas eles resistem a um contra argumento simples?

1)“Jesus não nasceu em 25 de dezembro”.
Provavelmente não. Mas a legitimidade do Natal não exige essa exatidão, já que a celebração comemora a encarnação de Deus entre os homens, assim como não existe unanimidade na exata idade em que foi crucificado, ou até, no ano em que nasceu.

Convencionar uma data não torna a celebração pagã, já que mesmo a Pascoa tem a data alterada a cada ano. Muitos não tem ideia da dimensão do milagre ocorrido quando a data é celebrada, já que o criador dos Universos dos Universos se fez um pequeno bebê nas poeirentas terras do Oriente Médio de 2000 anos atrás. A data escolhida por Ele só teria real importância para aqueles que querem fazer mapa astral, com seus ascendentes e descendentes.

2)  “25 de dezembro era a data romana onde se comemorava a adoração ao Sol Invictus”.
Fato: a partir do momento que Roma experimenta a conversão ao Evangelho, as homenagens antes feitas ao sol, agora são direcionadas a Jesus. A associação do Messias a um brilho que ofuscava o próprio Sol tornou-se uma ideia cada vez mais aceita entre os novos convertidos, já que a crença local não o via apenas como ser iluminado, mas autor, inclusive, da própria luz.

Imaginemos – minha fé hoje não é tão grande assim – que os brasileiros se convertessem a ponto do Carnaval não ser mais uma festa aceita, e se transformasse numa celebração ao Espírito. Haveria algum tipo de problema com a conversão dessa data atualmente tão nociva?

3) “A árvore de Natal descende da antiga Babilônia, desde tempos de Ninrode...”

O detalhe, mesmo se essa informação for constatada como verdadeira, é que uma coisa não invalida a outra, já que a árvore não é um simbolo exclusivo desse culto pagão. Se, em alguma longicua tribo de 10.000 anos atrás, nomades cultuavam deuses pagãos como Astarote, Moloque ou Baal, hoje o simbolismo poderia ligá-la a Arvore da Vida. O pinheiro mantém suas folhas verdes, mesmo no mais duro inverno ou na mais extenuante seca, sempre apontando para o alto, reta, em direção ao céu.

Se para o pagão, o Domingo é o “Dia do Sol” (Sunday), para o cristão é o “Dia do Senhor”. Se para o movimento GLBT, o “arco-íris” é o símbolo deles, para nós é o sinal da aliança entre Deus e a terra (Gn 9.13). Simbolismos variam de grupos para grupos.

4) “A Bíblia não prescreve essa comemoração”.

A igreja é por excelência um lugar de celebração. Nela celebramos o culto a Deus, mas também celebramos as ações de graças, nascimento dos filhos, o casamento, as bodas de ouro de nossos pais, os 15 anos da filha, o aniversário da igreja, o aniversário de seus membros. Porque então ela não celebraria o maior evento de todos, que é a Encarnação do Verbo? Muitos que são contrários ao natal, deveriam ser coerentes e nem se lembrar do aniversário da esposa. Aí eu quero ver! [Detalhe: as igrejas contrárias ao Natal fazem grandes festas celebrando o próprio aniversário].

5) “Trocar presentes é invencionice do Natal”

No passado, o povo de Deus separava um mês do ano para fazerem banquetes e trocarem presentes uns com os outros (Ester 9.22-23).

6) “O Natal foi comemorado a primeira vez somente no ano 356”.

Engano: o 1º Natal foi comemorado junto às campinas onde um grande coral de anjos louvou: “Glória a Deus nas maiores alturas....”

7) “Não é bíblico”

Se nas igrejas não há nenhum impedimento de se realizar cultos temáticos alusivos ao Pentecostes, à Páscoa, à Paixão, por que não realizar cultos alusivos ao nascimento de Jesus num determinado mês do ano? Se em maio as igrejas fazem cultos alusivos à Família, porque em dezembro – ou qualquer outro mês - não pode fazer alusivo ao Nascimento de Jesus, que é um tema bíblico tão detalhadamente narrado pelos evangelhos?

8)É uma data apenas para o consumismo.

Quando eu não conhecia a Cristo, a data que mais me aproximava Dele – ou onde mais se falava desse Nome – era o Natal. Como cristão praticante, todos os dias são próprios para falar de Jesus. Mas podemos imaginar o que um homem como o apóstolo Paulo faria, se tivesse uma data dessas, com boa parte da população mundial se atendo ao assunto, como não faz o ano inteiro.

9) Natal é uma festa mundana.

Negativo: ouça a Simone cantando que é uma festa cristã. Qualquer distorção mundana é uma apropriação indevida que os interesses desse mundo implantaram em prol de seus benefícios. O uso das agências de propaganda do natal para alavancar as vendas não transforma o nascimento de Jesus, confirmado na História, em um presépio de eletrodomésticos, TVs de 50” e celulares de última geração. 

Quem faz isso somos nós.

Justificar a não comemoração da data pelas distorções impostas pelo sistema é dizer que nossa devoção pelo Deus Altíssimo perde o valor por conta das abominações humanas. É incoerente.
Vivemos de acontecimentos cotidianos, mas também de eventos especiais e marcantes em nossas vidas, vivemos de memórias e celebrações. Sem a lembrança das coisas passadas, dos eventos alegres e significativos, tornamo-nos duros, secos, e esquecemo-nos dos feitos do Senhor. O salmista nos ensina: "Recordarei os feitos do Senhor, sim, me lembrarei das tuas maravilhas" (Sl 77.11).

Natal é uma delas que sempre faço questão de lembrar.
Fonte:http://www.cristaoconfuso.com/2011/12/9-argumentos-contra-o-natal-para.html

Que o SENHOR tenha misericórdia de nós! AMÉM!

Comentários

Paulo Talmid disse…
Lamentável.Mais um adepto da Bavel. Desculpas infundadas,argumentos meramentos expeculativos e com requinte de pagansmo. Roma fez o contrário do que você postou, elea não se converteu em momento nehum, mas transformou os ensinos dos apostolos e festas Bíblicas em festas pagãs dando-lhe um capa cristã. Se os cristãos forssem sinceramente biblicos, na realidade não comemorariam nada que nao fosse autorizado pelo Canôn Biblico. Tudo balela. foi nesse caminho que entrou a "igreja" catolica e suas filhas estão querendo seguir seu exemplo. Lamentávelsua posição e dos demais lideres "evangélicos"
Paulo Talmid disse…
6) “O Natal foi comemorado a primeira vez somente no ano 356”.

Engano: o 1º Natal foi comemorado junto às campinas onde um grande coral de anjos louvou: “Glória a Deus nas maiores alturas....”

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk só rindo mesmo.que hipocrisia.
Paulo Talmid disse…
Quando eu não conhecia a Cristo, a data que mais me aproximava Dele – ou onde mais se falava desse Nome – era o Natal. Como cristão praticante, todos os dias são próprios para falar de Jesus. Mas podemos imaginar o que um homem como o apóstolo Paulo faria, se tivesse uma data dessas, com boa parte da população mundial se atendo ao assunto, como não faz o ano inteiro.

Ele diria ... seja anatema... o interessante é que le nao comemorou e nao falou pra ninguém comemorar o nascimento e sim a Morte e ressurreição do Mashiach.
Paulo Talmid disse…
) “A Bíblia não prescreve essa comemoração”.

A igreja é por excelência um lugar de celebração. Nela celebramos o culto a Deus, mas também celebramos as ações de graças, nascimento dos filhos, o casamento, as bodas de ouro de nossos pais, os 15 anos da filha, o aniversário da igreja, o aniversário de seus membros. Porque então ela não celebraria o maior evento de todos, que é a Encarnação do Verbo? Muitos que são contrários ao natal, deveriam ser coerentes e nem se lembrar do aniversário da esposa. Aí eu quero ver! [Detalhe: as igrejas contrárias ao Natal fazem grandes festas celebrando o próprio aniversário].
É verdade, depois de tantos dogmas e mandamentos einvencionisses humanas, porque não acrescentar masi uma, duas, três, quatro? kkktriste isso.
Paulo Talmid disse…
3) “A árvore de Natal descende da antiga Babilônia, desde tempos de Ninrode...”

O detalhe, mesmo se essa informação for constatada como verdadeira, é que uma coisa não invalida a outra, já que a árvore não é um simbolo exclusivo desse culto pagão. Se, em alguma longicua tribo de 10.000 anos atrás, nomades cultuavam deuses pagãos como Astarote, Moloque ou Baal, hoje o simbolismo poderia ligá-la a Arvore da Vida. O pinheiro mantém suas folhas verdes, mesmo no mais duro inverno ou na mais extenuante seca, sempre apontando para o alto, reta, em direção ao céu.

Se para o pagão, o Domingo é o “Dia do Sol” (Sunday), para o cristão é o “Dia do Senhor”. Se para o movimento GLBT, o “arco-íris” é o símbolo deles, para nós é o sinal da aliança entre Deus e a terra (Gn 9.13). Simbolismos variam de grupos para grupos.

É para o pagão e para o "Cristão" mas não para Jesus e seus apostolos e consequentemente para a Bíblia que os "Cristãos dizem seguir. "...Simbolismo variam de greupos para grupos..." concordo. Mas seus principios são os mesmos. "...Livraivos de toda a aparencia dos mal..." Lembra? Isto é Bíblia. O que passa disso ...seja anatema... abraço.
Paulo Talmid disse…
'...Roma experimenta a conversão ao Evangelho,...'
quando foi que roma se converteu? ao Evangelho? qual, quando, como, por decreto imperial?? kkkkkkkkk que inocencia a sua. Roma se converteu tanto, que fundou o Vaticano.
Paulo Talmid disse…
"...encarnação de Deus..." Encarnação de Deus???????? Isso e mitologia grega. Fala sério esse foi a conversão de Roma , que vc fala.
iron disse…
Bom se fosse assim então deveríamos queimar a bíblia por que ela mesmo quem fala:
os quais, conhecendo bem o decreto de Deus, que declara dignos de morte os que tais coisas praticam, não somente as fazem, mas também aprovam os que as praticam. Romanos 1:32.
Se vc consente vc se torna cúmplice.
E o menino ia crescendo e fortalecendo-se, ficando cheio de sabedoria; e a graça de Deus estava sobre ele.

Ora, seus pais iam todos os anos a Jerusalém, à festa da páscoa.

Quando Jesus completou doze anos, subiram eles segundo o costume da festa;

e, terminados aqueles dias, ao regressarem, ficou o menino Jesus em Jerusalém sem o saberem seus pais;
Lucas 2:40-43
Olha o que diz ai:
Quando Jesus completou doze anos eles subiram ao costume da festa (que festa?).
Veja que a festa era da pascoa comemorada em abibe=abril então Jesus nasceu quando?.
Cúmplice de uma mentira tô fora!!
Paulo Talmid disse…
"...1)“Jesus não nasceu em 25 de dezembro”.
Provavelmente não. Mas a legitimidade do Natal não exige essa exatidão, já que a celebração comemora a encarnação de Deus entre os homens, assim como não existe unanimidade na exata idade em que foi crucificado, ou até, no ano em que nasceu..."

A bem da VERDADE os que se dizem cristãos devem se basear em Fatos. E esses fatos devem estar exatos de acordo com as ESCRITURAS. Podemos nos alegrar com o FATO do nascimento, mas nao na data, podemos nos alegrar com a ressurreição, mas nao na data,podemos nos entristecer com a crucificação, mas não na data. Podemos manifestar nossos sentimentos com relação aos fatos biblicos mas não as datas, salvos se elas forem fatos em si mesma, ou seja, exatas. Interessante, por que escolher 25 de Dezembro, justamente q data referente a comemoraçoes pagãs, e não uma outra data qualquer, sem nenhum vinculo ou referencia aos cultose comemorações pagãs, curioso né?
RODRIGO LOGIKOS disse…
UM MONTE DE CRENTES LEGALISTAS, QUE SE IMPORTAM COM A DATA PRECISA, MESMO SABENDO QUE NINGUÉM SABE, AMIGOS, O DEUS DE VOCÊS É TÃO FRÁGIL QUE REALMENTE DEVE FICAR MUIITTOOO INCOMODADO COM A DATA QUE ESTAMOS COMEMORANDO SEU ANIVERSÁRIO, POIS É, ELE DEVE PREFERIR QUE NÃO COMEMOREMOS , PORQUE OS dEUSES PAGÃOS FICAM ACHINCALHANDO COM ELE, DIZENDO: HAHAHAHAH OLHA O QUE FIZEMOS COM A SUA DATA DE ANIVERSÁRIO! O MAIS IMPORTANTE NÃO É A DATA, MESMO PORQUE NÃO FOI REVELADA, E SIM A MENSAGEM, AGORA SE VOCÊ DISSER QUE O SENTIDO VEM SE PERDENDO POR CAUSA DO MARKETING DO CONSUMISMO, AE SIM TERÁS UM ARGUMENTO COESO E SÉRIO, O QUE NÃO SE PODE PERDER É O SENTIDO E O QUE REALMENTE ACONTECEU: JESUS NASCEU GLÓRIA A DEUS NAS ALTURAS, PAZ NA TERRA!!!!!!!!

Postagens mais visitadas deste blog

5 Expressões Sem Sentido Usadas na Igreja Hoje!

As 5 expressões evangélicas mais sem sentido usadas nas Igrejas
5 – EXORTAR Essa expressão é usada de modo equivocado em 100% das Igrejas. Segundo qualquer dicionário, exortar significa “animar, incentivar, estimular”. Logo, exortar o irmão que está em pecado na verdade não significa repreende-lo. Quem está vivendo no erro não precisa de um incentivo, mas de um auxílio. 4 – LEVITA Essa morreu no Antigo Testamento. Os Levitas eram descendentes da Tribo de Levi, e eram encarregados de TODO O SERVIÇO no Templo. Mas Levita tem sido usado como sinônimo de músico. Besteira pura! Pra começar a música no serviço levítico era a menor das tarefas. A faxina, organização e carregar peso nas costas, isso sim era a parte mais importante do trabalho. Levando em conta que não somos judeus, não somos descendentes daquela tribo e também lembrando que o Templo não existe mais, então estamos dispensados do serviço levítico. Músico é músico. Ponto.
3 – PROFETA Segundo a bíblia, profeta é aquele que revela a von…

Denúncia na igreja do evangelho quadrangular!

PASTORA DENUNCIA LIDERANÇA DA IGREJA DO EVANGELHO QUADRANGULAR Comentário de Wagner Lemos (ex-membro dessa empresa que muitos chamam de Igreja Quadrangular): Como membro da Quadrangular a mais de 15 anos sei de muita coisa ali… e o que é escancarado é nossa liderança corrupta! Que vê as igrejas como empresas e sua membresia como clientes. Tenho um amigo pastor que foi designado para pastorear uma igreja Quadrangular numa cidade vizinha a nossa, e quando retornou me contou com lagrimas nos olhos: A reunião de liderança da minha região é uma vergonha! Tive que ouvir coisas como: Bater metas financeiras… Arrecadação… Propósitos… Não ouve a menção de almas! Apenas dinheiro… Parecia estar numa reunião de empresários sem ser uma… E esse vídeo que achei na internet só comprova aquilo que já sabia a muito tempo! Os pastores do alto escalão, normalmente os responsável por cada região sobrevivem das igrejas de bairro. Os pastores se viram como podem para manter a igreja e ainda enviar a porcent…

95 Teses para a Igreja de Hoje

Reafirmamos a necessidade das 95 teses de Lutero para Igreja. Há uma necessidade de uma Reforma nos dias atuais!
1 – Reafirmamos a supremacia das Escrituras Sagradas sobre quaisquer visões, sonhos ou novas revelações que possam aparecer. (Mc 13.31) 2 – Entendemos que todas as doutrinas, idéias, projetos ou ministérios devem passar pelo crivo da Palavra de Deus, levando-se em conta sua total revelação em Cristo e no Novo Testamento do Seu sangue. (Hb 1.1-2) 3 – Repudiamos toda e qualquer tentativa de utilização do texto sagrado visando a manipulação e domínio do povo que, sinceramente, deseja seguir a Deus. (2 Pe 1.20) 4 – Cremos que a Bíblia é a Palavra de Deus e que contém TODA a revelação que Deus julgou necessária para todos os povos, em todos os tempos, não necessitando de revelações posteriores, sejam essas revelações trazidas por anjos, profetas ou quaisquer outras pessoas. (2 Tm 3.16) 5 – Que o ensino coerente das Escrituras volte a ocupar lugar de honra em nossas igrejas. Que haja …